3 eventos ao vivo

FCA vende Magneti Marelli por 6 bilhões de euros

Empresa foi adquirida pela companhia japonesa Calsonic Kansei

23 out 2018
09h06
atualizado às 09h17
  • separator
  • 0
  • comentários

O grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) acertou nesta segunda-feira (22) a venda da fabricante italiana de peças e sistemas Magneti Marelli para a empresa japonesa Calsonic Kansei por 6,2 bilhões de euros.

FCA vendeu a Magneti Marelli para empresa japonesa
FCA vendeu a Magneti Marelli para empresa japonesa
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

Segundo comunicado conjunto, o objetivo da operação é criar um "líder independente" no setor de componentes automotivos. Tanto a FCA quanto a Calsonic Kansei garantem a manutenção das atividades e dos empregos da Magneti Marelli na Itália.

Sua sede continuará em Corbella, na província de Milão, e a operação deve ser concluída na primeira metade de 2019, criando um dos 10 maiores fornecedores independentes mundiais de peças e sistemas e com faturamento de 15 bilhões de euros.

A negociação ainda está sujeita à aprovação das autoridades regulatórias dos países envolvidos. "A integração é um passo decisivo rumo à ambição estratégica de ambas as empresas de se tornarem um fornecedor de primeiro plano, diversificado e global", diz a nota.

Já o CEO da FCA, Mike Manley, afirmou que a chegada da Calsonic Kansei acelerará o crescimento da Magneti Marelli. Essa é a primeira grande operação da Fiat Chrysler desde que Manley assumiu o comando do grupo, em julho, no lugar do falecido Sergio Marchionne.

Em janeiro passado, o então CEO havia anunciado a intenção de desmembrar a Magneti Marelli da FCA, repetindo a bem sucedida estratégia adotada com a Ferrari. A fabricante de peças foi fundada em 1919, em Sesto San Giovanni, nos arredores de Milão, e sempre esteve ligada à Fiat.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade