0

Maior incêndio florestal da Suécia destrói 15 mil hectares

Uma morte foi confirmada em função do incêndio, que já dura cinco dias

5 ago 2014
15h43
atualizado às 15h46
  • separator
  • comentários

O maior incêndio florestal que atinge a Suécia em décadas, e que está fora de controle há dias, deixou um morto, já destruiu 15 mil hectares e desalojou mais de mil moradores.

<p>Fogo se aproxima da aldeia de Rorbo, perto de Sala, região central da Suécia, desde 3 de agosto. O incêndio, que já cobre milhares de hectares, está em seu quinto dia e os bombeiros acreditam que vai durar semanas ou mesmo meses</p>
Fogo se aproxima da aldeia de Rorbo, perto de Sala, região central da Suécia, desde 3 de agosto. O incêndio, que já cobre milhares de hectares, está em seu quinto dia e os bombeiros acreditam que vai durar semanas ou mesmo meses
Foto: Jocke Berglund / Agência de Notícias TT / Reuters

A vítima, um jovem de 30 anos, foi encontrada na rua de uma cidade na província de Västmanland (no centro da Suécia), a cem quilômetros de Estocolmo.

Outra pessoa foi transferida para o hospital em estado grave com queimaduras, e centenas de cabeças de gado foram transferidas por razões de segurança.

Os soldados que trabalham na área estão "esgotados", segundo um porta-voz dos bombeiros, que rotulou o incêndio de "insolitamente difícil" de sufocar.

O rei sueco, Carl Gustaf XVI rotulou de "muito difícil" a situação provocada pelo incêndio e se mostrou preocupado com "os desabrigados que precisaram deixar suas casas".

A polícia investiga a causa do incêndio, mas o jornal "Expressen" apontou hoje que não há motivos para falar de incêndio proposital e afirmou que a origem do fogo poderia estar nas faíscas causadas por trabalhos florestais.

Após vários dias de luta infrutífera contra o fogo realizada por cerca de 200 pessoas, as autoridades pediram ajuda externa e nas próximas horas devem chegar à região equipes aéreas vindas de França e Itália.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade