0

'Sim' para casamento gay é 'revolução social', diz arcebispo

Para o arcebispo de Dublin, liberação do casamento homossexual na Irlanda deve abrir espaço para debate na Igreja Católica

23 mai 2015
13h59
atualizado às 14h40
  • separator
  • comentários

O arcebispo de Dublin, Diarmuid Martin, afirmou neste sábado (23) que o 'sim' do eleitorado irlandês ao casamento homossexual é um exemplo da "revolução social" que o país atravessa "há muito tempo", e reconheceu que a Igreja Católica deve reagir a estas mudanças.

Campanha pelo "sim" toma conta das ruas irlandesas
Campanha pelo "sim" toma conta das ruas irlandesas
Foto: Cathal McNaughton / Reuters

Com a maioria dos votos do referendo realizado na sexta-feira já computados e com a vitória do 'sim' garantida, Martin afirmou que chegou o momento de a hierarquia católica iniciar um processo profundo de debate e "revisão da realidade".

Siga o Terra Notícias no Twitter

O líder da arquidiocese de Dublin afirmou que os responsáveis católicos devem encontrar uma "nova linguagem" para propagar mais eficazmente a mensagem da Igreja, sobretudo entre os mais jovens, cujo voto foi fundamental para a aprovação na consulta do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Com a vitória do 'sim', o casamento entre homossexuais passará a ser reconhecido pelo artigo 41 da Carta Magna, dando proteção constitucional e equiparação ao casamento tradicional.

Durante a campanha, a Igreja Católica, apoiada por um reduzido número de grupos conservadores, anti-aborto, e uma minoria de senadores e deputados, sustentou que o casamento gay atenta contra os valores da família tradicional e modificará radicalmente os processos de adoção e de barriga de aluguel, e ao mesmo tempo acabaria com os direitos das crianças.

A República da Irlanda promulgou em 2010 a lei de Relações Civis que concedia reconhecimento legal aos casais homossexuais, mas não qualificava essas uniões de casamento.

 

Japoneses protestam pela legalização do casamento gay
EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade