3 eventos ao vivo

EUA anunciam retirada de quase 12 mil soldados da Alemanha

Medida faz parte da mudança de postura de Washington na Europa

29 jul 2020
11h29
atualizado às 11h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Pentágono anunciou nesta quarta-feira (29) a retirada de 11,9 mil soldados que estão na Alemanha, sendo que metade deles voltarão para os Estados Unidos e a outra parte será distribuída em outros países europeus, como Itália e Bélgica.

Quase 12 mil militares norte-americanos deixarão seus postos na Alemanha
Quase 12 mil militares norte-americanos deixarão seus postos na Alemanha
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Em comunicado oficial, o órgão ainda informou que parte dos soldados pode ser enviada para a Polônia, como o presidente Donald Trump havia informado em 24 de junho, e para os países bálticos caso sejam fechados novos acordos.

Conforme noticiou o "Wall Street Journal", devem ser enviados para a Itália dois batalhões do Exército e uma esquadrilha com caças F-16. No entanto, a publicação ressalta que esse deslocamento poderá demorar anos para ser concluído e demandará milhões de dólares, já que Washington precisará construir as bases para abrigar seus militares.

O anúncio cumpre assim uma afirmação de Trump durante a visita do presidente polonês, Andrzej Duda, à Casa Branca em junho. Na ocasião, o republicano atacou Berlim por "pagar bilhões de euros" para receber energia da Rússia e não fazer pagamentos no "valor correto" para a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

A fala foi repetida nesta quarta-feira durante coletiva de imprensa na Casa Branca. "A Alemanha não está pagando a cota justa para a Otan. Está só se aproveitando", afirmou aos jornalistas.

No entanto, o anúncio de hoje não cumpriu o que ele havia se comprometido ao lado de Duda: realocar tropas militares para Varsóvia como um "sinal muito forte" contra a Rússia.

A retirada de militares norte-americanos da Alemanha vem sendo acelerada nos últimos anos, marcando uma mudança de postura de Washington nas questões de segurança e defesa na Europa. Dados do Pentágono apontam que cerca de 30 mil soldados de diversas seções das Forças Armadas estão atuando no país. .
   

Veja também:

Explosão em Beirute arranca repórter de cadeira em entrevista ao vivo
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade