PUBLICIDADE

Gabby Petito: restos mortais encontrados na Flórida são de noivo da blogueira

Brian Laundrie estava desaparecido há um mês; sua noiva, Gabby Petito, foi encontrada morta em setembro

21 out 2021 20h15
| atualizado em 22/10/2021 às 10h48
ver comentários
Publicidade
Gabby Petito teve corpo encontrado em setembro; agora, FBI confirmou ter encontrado restos mortais do noivo dela
Gabby Petito teve corpo encontrado em setembro; agora, FBI confirmou ter encontrado restos mortais do noivo dela
Foto: EPA / BBC News Brasil

A polícia federal americana, o FBI, confirmou nesta quinta-feira (21) que os restos mortais humanos encontrados em um parque no Estado da Flórida são de Brian Laundrie, que estava desaparecido há um mês e era noivo da blogueira Gabby Petito — cujo corpo foi encontrado em Wyoming no mês de setembro.

O corpo dele foi identificado por meio da arcada dentária.

Laundrie era considerado uma "pessoa de interesse" (termo usado nos EUA para designar um suspeito ou uma pessoa que possa ter relação com algum caso em investigação) na morte de Gabby, mas não foi formalmente acusado de nenhum crime.

Ele voltou para a Flórida no mês passado sem sua noiva. Pouco tempo depois, o corpo dela apareceu em Wyoming, para onde eles tinham viajado.

Em um comunicado, o FBI afirmou que "em 21 de outubro de 2021, a comparação de registros dentários confirmou que os restos mortais encontrados na Reserva Memorial T Mabry Carlton Jr Memorial e no Parque Ambiental Myakkahatchee Creed são de Brian Laundrie."

Um advogado que representa os pais de Laundrie divulgou uma nota dizendo: "Chris e Roberta Laundrie foram informados de que os restos mortais encontrados ontem no parque são de fato de Brian."

"Não temos mais comentários neste momento e pedimos que respeitem a privacidade dos Laundrie neste momento."

Na quarta-feira (20), autoridades haviam divulgado que restos mortais humanos foram encontrados em uma parte do parque que até recentemente estava submersa. Outros itens, incluindo uma mochila e um caderno, também foram encontrados durante a busca.

De acordo com a rede de televisão NBC News, ossos e um crânio também foram descobertos na operação.

Em uma rápida entrevista coletiva nesta quinta-feira, o xerife do condado de Lee, Carmine Marceno, elogiou as autoridades por trabalharem sob "condições traiçoeiras" no parque.

Ele falou que a água chegava à altura do peito e estava repleta de cascavéis e crocodilos.

"Não é como se você estivesse revistando uma casa ou um carro. Essas áreas são enormes e cobertas de água", disse ele a repórteres reunidos em frente ao parque.

O que aconteceu com o casal?

Petito, 22 anos, e Laundrie, 23, estavam viajando por parques nacionais dos Estados Unidos e registrando sua vida nômade nas redes sociais.

Os pais de Petito denunciaram o desaparecimento da filha em 11 de setembro, uma vez que não estavam conseguindo contatá-la desde o final de agosto.

Depois, descobriu-se que Laundrie havia retornado à Flórida sem Petito em 1 de setembro. A família dela apelou repetidamente para que o noivo e a família dele colaborassem com as autoridades, mas o jovem desapareceu.

Os pais dele disseram à polícia que o viram pela última vez em 13 de setembro, quando ele foi fazer uma trilha e nunca mais voltou.

Na semana passada, um legista concluiu que Petito foi estrangulada até a morte semanas antes do seu corpo ser encontrado, em 19 de setembro.

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
Publicidade
Publicidade