PUBLICIDADE

EUA registram 1º caso de transmissão comunitária da Ômicron

Autoridades de saúde de Minnesota disseram que o morador infectado é um homem adulto vacinado que viajou recentemente à cidade de Nova York

2 dez 2021 17h06
| atualizado às 17h30
ver comentários
Publicidade
Mulher recebe teste de Covid-19 em Nova York, EUA
27/08/2021
REUTERS/Brendan McDermid
Mulher recebe teste de Covid-19 em Nova York, EUA 27/08/2021 REUTERS/Brendan McDermid
Foto: Reuters

Os Estados Unidos registraram seu primeiro caso de transmissão comunitária de Ômicron nesta quinta-feira (2), e o presidente Joe Biden se preparava para delinear sua estratégia para combater o coronavírus durante o inverno enquanto a variante altamente contagiosa se espalha pelo globo.

Enquanto o mundo corre para conter a disseminação da Ômicron, autoridades de saúde de Minnesota, um Estado do norte dos EUA, disseram que o morador infectado é um homem adulto totalmente vacinado que viajou recentemente à cidade de Nova York.

Ele disse a investigadores da agência de saúde estadual que compareceu à convenção Anime NYC 2021 no Centro Javits entre os dias 19 e 21 de novembro e que começou a ter sintomas suaves no dia 22 de novembro.

"Estamos cientes de um caso da variante Ômicron identificado em Minnesota que está associado a uma viagem para uma conferência na cidade de Nova York e deveríamos supor que existe uma transmissão comunitária da variante em nossa cidade", disse o prefeito nova-iorquino, Bill de Blasio.

A Ômicron poderia desacelerar o crescimento econômico global exacerbando problemas na cadeia de suprimento e reprimindo a demanda, disse a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, à conferência Reuters Next nesta quinta-feira.

"Há muita incerteza, mas ela poderia causar problemas consideráveis. Ainda estamos avaliando isto".

Biden deve anunciar medidas como prorrogar as exigências para que viajantes usem máscaras até meados de março.

Até o início da semana que vem, os EUA exigirão que viajantes estrangeiros ingressando no país façam exames de covid-19 um dia antes do embarque, seja qual for sua situação vacinal.

Já os planos de saúde particulares serão orientados a reembolsar clientes por exames de covid-19 feitos em casa, parte da estratégia invernal que Biden anunciaria.

"O presidente apresentará um plano muito robusto, fará de tudo para nos preparar para o inverno e nos preparar para a nova variante", disse o coordenador da reação à covid-19 da Casa Branca, Jeff Zients, à emissora MSNBC.

Anunciado na quarta-feira, o primeiro caso conhecido dos EUA foi uma pessoa totalmente vacinada da Califórnia que havia viajado à África do Sul.

Ainda não se sabe muito sobre a Ômicron, que foi detectada pela primeira vez na África do Sul no mês passado e já foi flagrada em ao menos duas dúzias de países no momento em que partes da Europa estão sofrendo com uma disparada de infecções da mais conhecida variante Delta.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade