PUBLICIDADE

Casal devolve bebê adotado a pais e ele morre por descuido

Casal lésbico descobriu a morte do menino pelo noticiário da TV local; o pai é acusado de ter deixado filho sozinho em apartamento

24 abr 2014 17h23
| atualizado às 17h24
ver comentários
Publicidade
A mãe biológica do bebê, Markeya Atkins, e seu filho, morto com apenas 4 meses de idade
A mãe biológica do bebê, Markeya Atkins, e seu filho, morto com apenas 4 meses de idade
Foto: Facebook/Markeya Atkins / Reprodução

Semanas depois de ser obrigado a devolver o filho adotado aos pais biológicos, casal lésbico descobre que o menino havia morrido por descuido dos pais que o deixaram sozinho no apartamento. As informações são do Daily Mail.

Rachel e Heidi McFarland adotaram o bebê desde seu nascimento, mas foram obrigadas a devolvê-lo, pois a mãe do menino se arrependeu sobre a adoção quando ele tinha 3 meses, em Iowa, Estados Unidos. 

Na última terça-feira, o casal descobriu pelo noticiário da TV local que o bebê havia morrido por negligência dos pais – que o deixaram sozinho num apartamento por algumas horas.

“É como se ele tivesse sido levado de nós mais uma vez”, disse Rachel McFarland para um jornal local após receber a notícia.

Segundo a polícia, a mãe dele, Markeya Atkins, 16 anos, deixou Gabriel com o pai, Drew James Wheehler-Smith, depois de sair de manhã do apartamento na terça-feira. Pouco tempo depois, uma amiga do casal teria visto o homem saindo de casa sem o bebê. Quando Atkins chegou a sua casa, encontrou o filho sem respiração.

Gabriel, de 4 meses, foi dado como morto no hospital. A polícia acusou Drew James Weehler-Smith por negligência com uma pessoa dependente e ele responderá pelo crime. 

As leis do Estado de Iowa garantem o direito de pais biológicos de terem filho adotado de volta até 4 meses depois do nascimento.  

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade