2 eventos ao vivo

Egito desinfeta área de pirâmides esvaziadas de turistas

25 mar 2020
15h32
  • separator
  • 0
  • comentários

O Egito começou a realizar uma limpeza profunda na área ao redor das pirâmides de Gizé nesta quarta-feira, já que as autoridades estão trabalhando para desinfetar pontos turísticos fechados por culpa do surto de coronavírus.

Membros de equipes de saúde usam desinfentante em área das pirâmides do Egito, nos arredores do Cairo
25/03/2020 REUTERS/Amr Abdallah Dalsh
Membros de equipes de saúde usam desinfentante em área das pirâmides do Egito, nos arredores do Cairo 25/03/2020 REUTERS/Amr Abdallah Dalsh
Foto: Reuters

Operários com máscaras e luvas esfregavam e borrifavam as passagens no entorno das bases das pirâmides, além da cabine de ingressos e de um centro de visitas -- mas as próprias estruturas de pedra gigantescas não foram limpas.

Todos os sítios arqueológicos e museus famosos do país, do Museu Egípcio do Cairo ao Vale dos Reis de Luxor, estão fechados desde segunda-feira -- as autoridades tentam evitar a disseminação do coronavírus.

Como os voos comerciais estão suspensos, exceto aqueles que estão repatriando os últimos turistas remanescentes, as autoridades vêm esterilizando hotéis e atrações turísticas de toda a nação.

"Começamos a primeira fase da desinfecção, e há outras fases. Estamos no processo de desinfetar todos os pontos turísticos, embora os próprios artefatos exijam materiais específicos e (a limpeza) precise ser realizada por uma equipe especializada de escavadores", explicou Ashraf Mohie El-Din, diretor-geral da área das pirâmides.

"Estamos fazendo uso deste período para higienizar a área toda, mas também para realizar algum trabalho de manutenção e reforma para deixar esta área pronta para voltar a aceitar visitantes", acrescentou.

Até o momento, o Egito relatou mais de 400 casos de coronavírus e 21 mortes.

A maioria dos casos está ligada a um navio de cruzeiro do Nilo no qual tanto passageiros estrangeiros quanto tripulantes locais foram diagnosticados, um golpe no setor turístico crucial do país.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade