0

Chanceler da Venezuela nega golpe militar e culpa Washington

30 abr 2019
14h14
atualizado às 19h14
  • separator
  • 0
  • comentários

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, negou que haja um golpe militar em andamento para depor o presidente Nicolás Maduro e acusou o líder da oposição, Juan Guaidó, de operar sob ordens de Washington.

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, durante coletiva de imprensa em Caracas
08/04/2019
REUTERS/Manaure Quintero
O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, durante coletiva de imprensa em Caracas 08/04/2019 REUTERS/Manaure Quintero
Foto: Reuters

"Não é uma tentativa de golpe dos militares. Isso é diretamente planejado em Washington, no Pentágono e Departamento de Estado e pelo (assessor de Segurança Nacional, John) Bolton", disse Arreaza à Reuters em entrevista por telefone.

"Eles estão liderando esse golpe e dando ordens a esse homem (Juan) Guiadó", disse ele, acrescentando que Maduro ainda está no controle total do país com apoio do Exército.

Veja também:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade