2 eventos ao vivo

Malásia pede ajuda da Índia na busca por avião desaparecido

A área de buscas foi estendida para o Mar de Andamão, no noroeste do Estreito de Malaca, entre a Indonésia e a Malásia

12 mar 2014
04h12
atualizado às 06h36
  • separator
  • 0
  • comentários

A Malásia pediu ajuda ao governo da Índia no trabalho de buscas pelo avião da Malaysia Airlines desaparecido desde o último sábado, afirmou o Ministério de Relações Exteriores indiano nesta quarta-feira, de acordo com informações da agência Reuters. A área de buscas foi estendida para o Mar de Andamão, no noroeste do Estreito de Malaca, entre a Indonésia e a Malásia.

“Malásia e Índia estão em contato sobre isso desde ontem, e pontos de contato estão sendo discutidos. Estes pontos de contato irão determinar qual tipo de assistência é necessária e o que a Índia pode oferecer”, disse um porta-voz do Ministério indiano.

A Índia tem um largo comando militar na região do Mar de Andamão e nas ilhas Nicobar, onde as buscas devem ser realizadas. O porta-voz indiano acrescentou que ainda não foi definida qual área a Índia será responsável por procurar a aeronave desaparecida.

Malaysia Airlines descarta problema com tripulação
O diretor comercial da Malaysia Airlines disse nesta quarta-feira que não há razões para acreditar que o desaparecimento do voo MH370 tenha sido causado por qualquer ação da tripulação. Hugh Dunleavy afirmou que “nós não temos razão para acreditar que houve qualquer coisa, qualquer ação interna da tripulação que possa ter causado o desaparecimento da aeronave”.

O diretor da polícia da Malásia, Khalid Abu Bakar, informou que entre as possibilidades investigadas estão: sequestro, sabotagem, falha mecânica do avião, assim como problemas psicológicos ou pessoais entre os passageiros e a tripulação do voo.

O voo MH370, com 239 pessoas a bordo, saiu de Kuala Lumpur às 0h41 locais (13h41 de Brasília da sexta-feira) e tinha previsão de chegada em Pequim cerca de seis horas mais tarde, mas desapareceu do radar uma hora depois da decolagem.

Foto: Terra

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade