5 eventos ao vivo

Indonésia detém 6 suspeitos de ligação com o Estado Islâmico

Polícia de Jacarta prendeu os indonésios quando eles estavam prestes a tomar um voo no aeroporto principal da capital rumo a Doha

27 dez 2014
11h20
atualizado às 12h35
  • separator
  • 0
  • comentários

A polícia indonésia prendeu seis pessoas neste sábado, incluindo uma menina de 10 anos de idade, sob suspeita de que elas planejavam viajar para a Síria para se juntar ao Estado Islâmico, afirmou um porta-voz da polícia.

<p>As seis pessoas, com idade entre 10 e 48 anos, n&atilde;o foram acusadas de crime e n&atilde;o puderam fazer qualquer coment&aacute;rio</p>
As seis pessoas, com idade entre 10 e 48 anos, não foram acusadas de crime e não puderam fazer qualquer comentário
Foto: AP

O site de notícias detik.com informou que a polícia de Jacarta prendeu os indonésios, originalmente de Makassar, no sul de Sulawasi, quando eles estavam prestes a tomar um voo no aeroporto principal da capital rumo a Doha.

As seis pessoas, com idade entre 10 e 48 anos, não foram acusadas de crime e não puderam fazer qualquer comentário.

Mesmo com o perigo do EI, xiitas chegam em massa ao Iraque

Não ficou claro se os membros do grupo tinham algum parentesco.

O porta-voz da polícia nacional, Agus Rianto, disse à Reuters que a polícia também interrogou um homem em uma pousada em Jacarta, onde os seis se hospedaram.

Autoridades de segurança e analistas estimam que dezenas de cidadãos da Indonésia, que possui a maior população mulçumana no mundo, se juntaram ao Estado Islâmico na Síria e no Iraque.

Militantes malaios e indonésios também discutiram a formação de uma forte unidade de língua malaia do Estado Islâmico na Síria, de acordo com o estudo de um grupo de segurança.

Desvendando o Estado Islâmico Desvendando o Estado Islâmico

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade