0

Argentina anuncia nova rodada de controles cambiais em meio a crise econômica

12 set 2019
09h03
  • separator
  • 0
  • comentários

O banco central da Argentina anunciou na quarta-feira novas medidas de controle cambial, num esforço para domar a especulação e impedir uma espiral de crise de dívida na terceira maior economia da América Latina.

Homem exibe notas de peso do lado de fora de uma agência bancária de Buenos Aires
30/08/2018
REUTERS/Marcos Brindicci
Homem exibe notas de peso do lado de fora de uma agência bancária de Buenos Aires 30/08/2018 REUTERS/Marcos Brindicci
Foto: Reuters

A nova medida exige que qualquer pessoa que compre moeda estrangeira se comprometa a esperar pelo menos cinco dias antes de utilizá-la na compra de títulos.

Pelas regras anteriores, um comprador poderia usar a moeda estrangeira para comprar um título e vendê-lo imediatamente a uma taxa de câmbio mais favorável, gerando um lucro rápido de 5% a 7%, disseram operadores.

O governo da Argentina autorizou controles cambiais no início deste mês, uma reviravolta do presidente Mauricio Macri, que antes havia abandonado muitas práticas protecionistas de sua antecessora Cristina Kirchner.

As restrições iniciais limitaram a compra de dólares, com as empresas passando a precisar de permissão do banco central para acessar o mercado de câmbio para comprar moeda estrangeira e fazer transferências para o exterior.

A decisão de Macri de implementar os controles ocorreu depois que o candidato da oposição Alberto Fernández surpreendeu ao vencer as primárias de 11 de agosto.

O choque com o resultado fez com que títulos, ações e a moeda despencassem, com os temores do mercado sobre um possível retorno às políticas intervencionistas do governo anterior de Kirchner.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade