0

Maduro critica TSE por barrar candidatura do "irmão" Lula

Venezuelano acusou a "oligarquia do continente"

2 set 2018
10h32
atualizado às 10h52
  • separator
  • comentários

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, criticou a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de barrar a candidatura do petista Luiz Inácio Lula da Silva às eleições de outubro no Brasil. Maduro disse que a "oligarquia do continente" pretende "calar a voz" de uma nação. Em um texto no Twitter, o venezuelano pediu "força, Brasil". "Somos milhões de Lulas", escreveu. "Levanto a voz junto ao povo brasileiro diante do atropelamento contra o irmão Lula", afirmou Maduro.
  

Foto: Joe Raedle / Getty Images

Alzo la voz junto al pueblo brasileño ante el atropello contra el hermano @LulaOficial. La oligarquía del continente pretende acallar la voz de una nación y de quienes hemos decidido ser libres. ¡Fuerza Brasil! ¡Somos millones de Lulas! pic.twitter.com/IRFYFimlay

? Nicolás Maduro (@NicolasMaduro) 1 de setembro de 2018

 

Maduro critica decisão do TSE de barrar candidatura de Lula
Maduro critica decisão do TSE de barrar candidatura de Lula
Foto: EPA / Ansa

Por 6 votos a 1, o TSE decidiu impugnar a candidatura de Lula à Presidência com base na Lei da Ficha Limpa. O petista cumpre uma pena de 12 anos de prisão em Curitiba por sua condenação no caso do Triplex no Guarujá.

Maduro, por sua vez, enfrenta uma grave crise política e social na Venezuela, causada por problemas econômicos e de desabastecimento que obrigaram milhões de cidadãos a fugirem do país.

Veja também:

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade