PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Moraes manda governo extraditar membro de máfia italiana preso no Brasil

Vincenzo Pasquino é ligado à máfia ‘Ndrangheta; ele foi preso em maio de 2021 em um hotel, na Paraíba

21 fev 2024 - 13h16
(atualizado às 14h04)
Compartilhar
Exibir comentários
Ministro Alexandre de Moraes
Ministro Alexandre de Moraes
Foto: Wilton Junior/Estadão

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que Vincenzo Pasquino, membro da máfia 'Ndrangheta', seja extraditado de volta para Itália. Ele está preso no País desde maio de 2021, quando foi detido em um hotel em João Pessoa (PB). Na ocasião, Vincenzo estava com o comparsa, Rocco Morabito, conhecido como 'rei da cocaína', que foi extraditado pelo Brasil em julho de 2022. 

A decisão de Moraes consta em um ofício enviado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, pulicado pelo jornal O Globo.

"Oficie-se ao Ministério da Justiça e Segurança Pública sobre o deferimento do pedido de extradição, para que adote as providências necessárias à entrega do súdito estrangeiro às autoridades italianas", escreveu o ministro, no documento com data de 16 de fevereiro.

A decisão foi tomada após o pedido de refúgio de Vincenzo Pasquino ser negado, em decisão unânime, pelo Comitê Nacional para os Refugiados (Conare). Assim, o STF pode dar sequência ao processo de extradição do italiano, autorizado desde 2022.  

Vincenzo Pasquino vai responder pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade