PUBLICIDADE

Guilherme Mazieiro

Flávio diz recusou oferta do pai, Jair Bolsonaro, para ser indicado ao STF

Senador disse que pai perguntou o que ele "achava" de ser indicado ao STF e que preferiu sugerir ao pai nome de André Mendonça para vaga

13 dez 2023 - 17h55
Compartilhar
Exibir comentários
Flávio Bolsonaro disse que o pai cogitou mandá-lo ao STF, mas que ele preferiu ficar no Senado. FOTO: Geraldo Magela/Agência Senado
Flávio Bolsonaro disse que o pai cogitou mandá-lo ao STF, mas que ele preferiu ficar no Senado. FOTO: Geraldo Magela/Agência Senado
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado / Estadão

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho 01 de Jair Bolsonaro (PL), revelou nesta quarta, 13, que foi sondado pelo pai para ser indicado a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). O senador disse que recusou e indicou a vaga André Mendonça, que atualmente integra a corte.

A fala de Flávio aconteceu durante a sabatina de Flávio Dino e Paulo Gonet na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, onde são sabatinados, respectivamente, para o STF e o comando da Procuradoria-Geral da República (PGR).

“Quero, para concluir, trazer a público. O então presidente Bolsonaro, quando a indicação do ministro André Mendonça, virou para mim e falou: “Flávio, o que você acha de você ser o indicado para o Supremo Tribunal Federal?”. Já que se discutia que a indicação fosse de um evangélico, como ele havia prometido na campanha eleitoral. Eu falei: ‘Presidente, apesar de eu ser advogado, o que eu sou é político, o que eu gosto de fazer é política. Indique o nome do André Mendonça, que é preparado para essa missão e eu vou poder ajudar muito mais o senhor aqui no Senado’. Eu acredito que com ajuda do presidente Davi eu teria até alguma chance de passar aqui no Senado”, disse Flávio.

Davi é uma referência ao senador Davi Alcolumbre (União Brasil-AP), que preside a CCJ e é o responsável por organizar a pauta de votação dos indicados ao STF.

Fonte: Guilherme Mazieiro Guilherme Mazieiro é repórter e cobre política em Brasília (DF). Já trabalhou nas redações de O Estado de S. Paulo, EPTV/Globo Campinas, UOL e The Intercept Brasil. Formado em jornalismo na Puc-Campinas, com especialização em Gestão Pública e Governo na Unicamp. As opiniões do colunista não representam a visão do Terra. 
Compartilhar
Publicidade
Publicidade