PUBLICIDADE

Datafolha SP: Tarcísio tem 55% dos votos válidos; Haddad, 45%

Desempenho dos candidatos ao governo de São Paulo se mostra estável em relação à última pesquisa realizada pelo instituto

19 out 2022 - 18h57
(atualizado às 19h11)
Compartilhar
Exibir comentários
Imagem mostra os candidatos ao governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), à esquerda, e Fernando Haddad (PT), à direita.
Imagem mostra os candidatos ao governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), à esquerda, e Fernando Haddad (PT), à direita.
Foto: Imagem: Reprodução / Alma Preta

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 19, aponta que o ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos) segue à frente na disputa pelo governo de São Paulo, com 55% dos votos válidos no segundo turno das eleições, contra 45% do ex-prefeito paulista, Fernando Haddad (PT). 

O levantamento, encomendado pela Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo", foi a segunda pesquisa de intenção de votos feita pelo instituto durante o segundo turno da disputa pelo governo de São Paulo. O primeiro levantamentos também apontou Tarcísio com 55% das intenções de votos válidos e Haddas com 45%. 

Para calcular os votos válidos, são excluídos os brancos, os nulos e os de eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para divulgar o resultado oficial da eleição. 

No primeiro turno, Tarcísio recebeu 42,32% dos votos, e Haddad, 35,7%. Os candidatos se enfrentam em nova eleição no dia 30 de outubro.

Foram ouvidas 1.806 pessoas entre os dias 17 e 19 de outubro em 74 municípios paulistas. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número SP-01542/2022.

Votos totais

Resposta estimulada e única, em % de votos totais:

Tarcísio de Freitas (Republicanos): 49% (eram 50% na pesquisa anterior, de 7/10)

Fernando Haddad (PT): 40% (eram 40%)

Brancos e nulos: 8% (eram 6%)

Não sabe: 3% (eram 4%)

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade