3 eventos ao vivo

Na estreia do horário eleitoral do 2º turno, Covas destaca Consciência Negra e Boulos aposta em vice

Candidato do PSOL recupera gestão de Luiza Erundina na cidade para colocar em dúvida o vice de Covas, Ricardo Nunes (MDB); atual prefeito chama atenção para ações contra racismo

20 nov 2020
14h24
atualizado às 14h59
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na estreia da propaganda eleitoral do segundo turno na televisão e no rádio, o atual prefeito de São Paulo e candidato à reeleição, Bruno Covas (PSDB), focalizou em ações para diminuir desigualdades na cidade, dando atenção especial ao dia da Consciência Negra e à questão da moradia. Já Guilherme Boulos (PSOL) ressaltou a gestão de sua vice, Luiza Erundina (PSOL), e voltou a questionar o tucano sobre a escolha de seu vice, Ricardo Nunes (MDB).

Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL) na estreia do horário eleitoral do segundo turno.
Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL) na estreia do horário eleitoral do segundo turno.
Foto: Reprodução / Estadão

Conforme foi antecipado pelo Estadão, Covas aproveitou o feriado para destacar ações de diversidade e voltadas à conservação da memória negra. Tanto no rádio quanto na TV, disse que o seu foco é na "igualdade de oportunidades". Na televisão, a fala foi acompanhada de encontros com apoiadores.

O tucano mencionou nos dois programas que os 12 novos CEUs que construiu durante a sua gestão levarão o nome de personalidades negras brasileiras, como a escritora Carolina Maria de Jesus e o dramaturgo e político Abdias do Nascimento. Na TV, o prefeito apontou que "quem começou com os CEUs foi a prefeita Marta Suplicy", política que agora apoia o candidato. "Não é porque foi começado em uma outra gestão que a gente não tenha que dar continuidade", afirmou na gravação.

No rádio, o atual prefeito enfatizou que a cidade receberá o Memorial dos Aflitos, na Liberdade; a instalação da estátua de Tebas, como era conhecido o arquiteto Joaquim Pinto de Oliveira que foi escravizado no século 18; e, sem dar maiores detalhes do programa, o candidato também disse que pretende implementar a "primeira edição de apoio à cultura negra na cidade".

Primeiro programa de Covas no segundo turno mostrou encontro do candidato com apoiadores.
Primeiro programa de Covas no segundo turno mostrou encontro do candidato com apoiadores.
Foto: Reprodução / Estadão

Já no programa da TV, Covas terminou o seu horário destacando os investimentos feitos em habitação, uma das principais pautas de seu adversário. Disse que viabilizou, na sua gestão, 25 mil novas unidades habitacionais e que o investimento na área o lembra de seu avô, o ex-governador Mário Covas. Finalizou comentando que é sua responsabilidade, agora, continuar o legado do avô.

Boulos focou, em ambos os programas, nas realizações de sua candidata a vice, a ex-prefeita Luiza Erundina, que governou a cidade entre 1989 e 1993. Os narradores no rádio e na TV comparam a atual eleição à de 1988, quando a candidata ultrapassou nomes como Paulo Maluf e José Serra e venceu a eleição. Então, os programas passaram a destacar feitos da ex-petista na cidade, acompanhados de imagens de Erundina na época em que foi prefeita. Foram evidenciadas a construção de seis hospitais e de moradia para 50 mil paulistanos, além de grandes obras como o túnel do Anhangabaú e o Sambódromo do Anhembi.

Vídeo de Luiza Erundina (PSOL), na época em que foi prefeita na capital, recuperado na primeira propaganda eleitoral do segundo turno.
Vídeo de Luiza Erundina (PSOL), na época em que foi prefeita na capital, recuperado na primeira propaganda eleitoral do segundo turno.
Foto: Reprodução / Estadão

No rádio, porém, o programa voltou a chamar atenção para o vice de Covas, Ricardo Nunes: "Alguém aí sabe quem é o vice da outra chapa? Não, né? A Erundina todo mundo conhece", questionou o narrador. No debate de ontem, promovido pela TV Bandeirantes, o psolista questionou o atual prefeito sobre o envolvimento de seu vice com creches. Como mostrou o Estadão, a entidade gestora repassou ao menos R$ 50 mil a uma empresa da família do candidato. Covas, em sua defesa, explicou que Nunes não é investigado e que teve atuação de destaque em seu mandato como vereador.

Nesta sexta-feira, após evento de campanha, o tucano elogiou Erundina e disse que "respeita a história" da adversária.

Por fim, os programas mostraram mensagens de apoio enviadas por personalidades como o cantor Caetano Veloso, a poetisa Elisa Lucinda e o ator Wagner Moura.

Horário eleitoral no segundo turno

O horário eleitoral gratuito vai até a sexta-feira que vem, dia 27 de novembro, nos 57 municípios onde haverá segundo turno - veja aqui a lista com as cidades onde o pleito não foi definido no último domingo. A votação final acontece no domingo, dia 29.

No rádio, a propaganda acontece das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10; na televisão, das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40. Os candidatos dividem igualmente os 10 minutos de cada transmissão.

Veja também:

Motociclista sofre fratura em pena após acidente de trânsito em Toledo
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade