PUBLICIDADE

"Não tenho banqueiro me sustentando", diz Dilma sobre Marina

Presidente rebateu a candidata do PSB, que afirmou que o governo petista beneficiou os bancos e criou o "bolsa banqueiro"

9 set 2014 18h34
| atualizado às 21h59
ver comentários
Publicidade

Em mais um ataque à adversária Marina Silva, candidata do PSB ao Palácio do Planalto, a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) disse nesta terça-feira que não é “apoiada” nem “sustentada” por banqueiros. “Não adianta querer falar que eu fiz ‘bolsa banqueiro’. Eu não tenho banqueiro me apoiando, eu não tenho banqueiro me sustentando”, afirmou Dilma, em referência indireta a Neca Setubal, herdeira do banco Itaú e uma das coordenadoras do programa de Marina.

A presidente criticou a proposta de autonomia do Banco Central (BC) presente no programa de Marina. Nesta terça-feira, uma propaganda da petista na TV já abordou o tema. Na peça, um narrador afirma que a proposta de Marina dá ao BC “um poder que é do presidente e do Congresso, eleitos pelo povo”.

“Eu não digo isso porque eu sonhei com isso, está escrito no programa: autonomia do Banco Central. E todo mundo sabe o que é autonomia do Banco Central. Todo mundo sabe”, continuou a presidente, em entrevista coletiva em São Paulo.

De acordo com Dilma, na prática, a autonomia do BC significaria o fim da necessidade de a instituição prestar contas. “O Banco Central, como qualquer outra instituição, não é eleito por tecnocratas nem por banqueiros. Sua diretoria é indicada pelo voto direto. E o que o Congresso faz com o Banco Central? Chama para prestar contas“, afirmou. “(Com a autonomia), a taxa de juros, o câmbio e as condições de política de crédito serão definidas autonomamente pelo Banco Central, sem prestar contas ao Executivo, nem sequer ao Legislativo”, completou.

Apesar da pauta econômica e da insistência dos repórteres, a presidente se recusou a comentar o rebaixamento da nota do Brasil na agência de classificação de risco Moody´s. A perspectiva do rating (nota) dos títulos do governo brasileiro passou de “estável” para “negativa” na manhã desta terça-feira.

‘Bolsa banqueiro’
Após a veiculação da propaganda de Dilma na TV, Marina Silva rebateu as críticas da presidente e disse que o governo petista beneficiou os bancos e criou o ‘bolsa banqueiro’. 

"Ela disse que ia ganhar para baixar os juros. Nunca os banqueiros ganharam tanto como no seu governo. E agora, eles que fizeram o 'bolsa empresário', o 'bolsa banqueiro', a 'bolsa juros altos', estão querendo nos acusar de forma injusta em seus programas eleitorais", disse Marina nesta terça-feira durante campanha em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG).

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade