PUBLICIDADE

Em 2 anos, número de alunos haitianos cresce 14 vezes em SP

As escolas públicas também recebem alunos de outras 90 nacionalidades como Bolívia, Japão, Paraguai, Angola, Síria, Congo e Palestina

21 jul 2015 12h59
ver comentários
Publicidade
Escolas públicas no Estado recebem alunos de 90 nacionalidades
Escolas públicas no Estado recebem alunos de 90 nacionalidades
Foto: iStock

A rede estadual de ensino de São Paulo terminou o primeiro semestre com a presença de 127 alunos de origem haitiana matriculados. O número é 14 vezes maior do que o registrado há dois anos, quando não passava de nove. O cadastro de novos alunos para o segundo semestre, incluindo estrangeiros, já está aberto.

Siga Terra Educação no Twitter
Siga Terra Notícias no Twitter

Além de haitianos as escolas públicas também recebe crianças e jovem de outras 90 nacionalidades. Um levantamento feito pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo revelou que o País com o maior número de representantes é a Bolívia, seguido por Japão e Paraguai. Nos últimos anos, as instituições passaram a receber alunos de regiões de conflitos ou tensão social, como Angola, Síria, Congo, Palestina e Israel.

Esses alunos frequentam classes do ensino fundamental e médio e dispõem de apoio pedagógico de professores e diretores ao longo do ano letivo. A Secretaria de Educação também mantém um Núcleo de Inclusão Educacional (NINC), criado para definir diretrizes de recepção e adaptação destes alunos.

Entre as crianças, a integração de brasileiros e estrangeiros geralmente começa na hora das brincadeiras ou na contação de histórias. “O cadastro para o segundo semestre já está aberto e pode ser feito em qualquer unidade de ensino. Basta o responsável apresentar um documento válido de identidade, como o passaporte ou Registro Nacional de Estrangeiro (RNE). Caso o aluno não tenha em mãos o histórico escolar, uma avaliação é aplicada para definir a etapa correta”, explica Andrea Grecco, responsável pelo Departamento de Matrículas da Secretaria de Educação.

As aulas do segundo semestre letivo de 2015 começam no próximo dia 3 de agosto. A data faz parte do calendário oficial da rede e foi divulgada no Diário Oficial do Estado e em todas 91 diretorias de ensino no início do ano.  

As principais notícias da manhã no Brasil e no mundo (21/07):

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade