PUBLICIDADE

Não sabe ainda onde vai fazer o local da prova do Enem? Veja como consultar

Exames serão aplicados nos dias 5 e 12 de novembro

3 nov 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Estudantes chegam ao local de prova para o Enem, em São Paulo
Estudantes chegam ao local de prova para o Enem, em São Paulo
Foto: Felipe Rau/ Estadão / Estadão

Os estudantes que se inscreveram para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2023, que será realizado nos dias 5 e 12 de novembro, podem consultar seus locais de prova de maneira rápida e fácil.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), responsável pela organização do Enem, atribui os locais de prova com base no CEP fornecido durante o processo de inscrição, garantindo que o local de exame não seja distante da casa do estudante.

Para encontrar o local da prova do Enem, basta que os candidatos acessem a Página do Participante. Por lá, o candidato deve informar o CPF e a senha cadastrados na plataforma GOV.BR.

Foto: Reprodução: Governo Federal

Após efetuar o login, o estudante deve clicar na aba "Local de prova".

Foto: Reprodução: Governo Federal

Em seguida, uma página contendo o endereço da prova, incluindo o número da sala e todos os horários do exame, ficará disponível para acesso.

Foto: Reprodução: Governo Federal

Embora recomendado pelo Inep, a apresentação do cartão de confirmação não é um requisito obrigatório nos dias do exame. Caso queira, o estudante pode baixar o Cartão de Confirmação como um arquivo PDF para não perder as informações.

Erro na distribuição das provas

Nas últimas semanas, candidatos relataram a falha na distribuição de locais de provas, com estudantes alocados em escolas distantes de suas residências, alguns deles até em outra cidade.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira afirmou que os estudantes que foram alocados acima de 30 quilômetros de distância de suas casas poderão pedir reaplicação da prova para os dias 12 e 13 de dezembro.

Segundo o ministro da Educação, Camilo Santana, a empresa responsável pela realização do Enem cometeu erros na hora de distribuir os estudantes por locais de prova. De acordo com ele, também houve casos de estudantes que preencheram errado a ficha de inscrição.

"O Inep identificou que a empresa cometeu erros, teve erro do próprio aluno, isso é importante dizer. Tem erros que foram do próprio aluno, mas houve erros da empresa que é responsável pela realização do Enem. O contrato da empresa diz que nenhum aluno pode ter local de prova além de 30 km do local onde mora", disse o ministro, afirmando ainda que o Cebraspe, empresa responsável pela realização do Enem, se comprometeu a realizar a reaplicação 

"Todas as despesas serão por conta da empresa, porque foi erro da empresa, está no contrato. Então, ela vai assumir todas as responsabilidades para garantir a aplicação dessa nova prova. É compromisso do MEC garantir que todos alunos prejudicados por essa empresa possam ter a localização da prova no local próximo da residência", disse o ministro.

Os pedidos de reaplicação poderão ser feitos na página do participante entre os dias 13 e 17 de novembro. As solicitações serão analisadas pelo instituto.

No caso de erro que tenha sido cometido pelo estudante, assinalando o local incorreto de realização da prova, o MEC não poderá garantir a reaplicação. O presidente do Inep, Manuel Palácios, afirmou que os erros cometidos pela empresa dizem respeito a estudantes alocados na mesma cidade em que residem, mas em escolas muito distantes.

O Enem ocorre nos próximos dois domingos, 5 e 12 de novembro, em todo o País. Cerca de 3,9 milhões de pessoas estão inscritas no Exame, que é a principal porta de entrada para o ensino superior.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade