Mais Médicos: MEC prorroga prazo para instituições federais aderirem

15 ago 2013
12h20
atualizado às 12h20
  • separator
  • 0
  • comentários

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou o prazo para as instituições federais de ensino superior aderirem ao Programa Mais Médicos. De acordo com portaria publicada na edição desta quinta do Diário Oficial da União, a nova data limite para o envio do termo firmando adesão é a próxima terça-feira, dia 20. Antes, as instituições que aderissem previamente ao programa tinham 10 dias, a partir da divulgação da validação do cadastro pelo MEC, para firmar o termo de adesão.

O termo de adesão está disponível para assinatura das instituições na internet. Ele estabelece que, entre as obrigações das entidades, estão: coordenar o acompanhamento acadêmico do programa, selecionar supervisores, monitorar e acompanhar as atividades dos supervisores e tutores acadêmicos, ofertar os módulos de acolhimento e a avaliação aos médicos estrangeiros e oferecer cursos de especialização e atividades de pesquisa, ensino e extensão aos profissionais participantes.

O Diário Oficial da União traz ainda outra portaria que também prorroga para a próxima terça-feira o prazo para apresentação do termo de pré-adesão ao programa para instituições públicas estaduais e municipais de educação superior e de saúde, programas de residência em medicina de família e comunidade, medicina preventiva e social e clínica médica, e de escolas de governo em saúde pública. A seleção desse tipo de instituição só ocorrerá nas unidades da Federação onde não houver adesão de instituição federal de educação superior.

O Programa Mais Médicos foi lançado pelo governo federal em julho para levar profissionais de saúde a municípios onde há falta de profissionais, especialmente nas regiões Norte e Nordeste e em periferias de grandes cidades. Na primeira edição, o programa selecionou 1.618 profissionais, conforme balanço da primeira fase do programa, divulgado na quarta pelo Ministério da Saúde.

Agência Brasil Agência Brasil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade