Maia pauta para amanhã votação de urgência e mérito de projeto que adia Enem

Presidente da Câmara dos Deputados não vai esperar o governo se posicionar sobre o tema, apesar de ter feito um apelo para o presidente da República Jair Bolsonaro, na semana passada

19 mai 2020
21h16
atualizado às 21h55
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

BRASÍLIA - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pautou para a sessão desta quarta-feira, 20, a votação da urgência e mérito de um projeto para adiar a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). "Amanhã, a pedido de todas as deputadas da bancada feminina, nós estamos votando a urgência do projeto do Enem e o mérito", disse o parlamentar ao fim da sessão virtual desta terça-feira, 19.

Maia não vai esperar o governo se posicionar sobre o tema, apesar de ter feito um apelo para o presidente da República, Jair Bolsonaro, na semana passada e dizer que achava que a melhor solução para esse tema deveria vir do Executivo.

O projeto a ser votado no plenário da Câmara é de autoria da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA). "O texto condiciona o prazo para análise das autoridades sanitárias e educacionais", disse ela. "Só na cabeça do ministro da Educação, Abraham Weintraub, que existe uma maioria com acesso a internet no País", afirmou.

Weintraub tem sido contrário ao adiamento do calendário. Nesta terça-feira, ele postou no Twitter que o governo abrirá consulta aos estudantes que se inscreveram na prova para saber se preferem manter a data do exame ou adiar por 30 dias. "O MEC fará uma consulta, na última semana de junho, a todos os inscritos, através da 'Página do Participante', do Inep. Vamos manter a data? Adiar por 30 dias? Suspender até o fim da pandemia? O governo Jair Bolsonaro quer saber a opinião dos brasileiros! Democracia é isso!", escreveu.

O ministro também esteve reunido na manhã de hoje com o líder do Progressistas, Arthur Lira (AL), um dos principais nomes do Centrão, que agora faz parte da base do governo na Câmara. "O Centrão assinou a urgência do meu projeto, vamos ver como vai ser a votação", disse Alice Portugal. A deputada acredita que o governo pode ainda tomar uma decisão sobre adiar a prova antes do início da sessão da Câmara. "Vamos torcer pelos alunos."

O Senado pode votar ainda hoje projeto da senadora Daniella Ribeiro (PP-PB), que propõe o adiamento do Enem, previsto para novembro, devido à pandemia do novo coronavírus. Caso seja aprovado, a Câmara poderá juntar os projetos das duas Casas. Mais cedo, Maia afirmou que o adiamento é uma demanda que vem de todo o Brasil.

Veja também:

"Ele poderia ter sido George Floyd", diz mãe ao lado de filho em protesto
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade