Fatecs ajudam na busca por emprego após formação

Em torno de 70% dos alunos que se formam nas unidades da Faculdade de Tecnologia de São Paulo têm vaga certa em uma empresa

8 out 2019
09h11
  • separator
  • 0
  • comentários

O cenário de oportunidades profissionais no Brasil não é dos melhores. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o País conta atualmente com quase 13 milhões de desempregados. Diante desse quadro, estudar em uma das unidades da Faculdade de Tecnologia de São Paulo (Fatec) pode ser uma oportunidade de ter acesso a uma formação mais próxima ao mercado de trabalho, de duração mais curta (três anos) e gratuita.

Pela agilidade na formação e com ensino especializado, os estudantes de cursos com formação em tecnólogo saem prontos para o mercado de trabalho. "Uma coisa muito importante é que as Fatecs têm convênios com grandes empresas, o que possibilita aos alunos fazerem estágio e já terem uma vaga de emprego certa quando saírem do curso", afirma o coordenador de Ensino Superior de Graduação do Centro Paula Souza, Rafael Ferreira Alves. Segundo ele, 70% dos estudantes das Fatecs conseguem emprego ao fim do curso. "O objetivo da Fatec é formar um profissional já alinhado com os interesses da empresa, por isso essa parceria empresa-curso. Os estudantes têm aulas com profissionais capacitados e especializados naquela área específica da tecnologia", explica o coordenador.

Setores como agronegócio, têxtil e automobilístico são alguns dos que mais contratam profissionais com curso superior em tecnólogo. Como os benefícios são promissores, a procura pelos cursos é acirrada. "São milhares de candidatos que se inscrevem a cada ano. Isso significa que a Fatec continua sendo uma opção importante tanto para quem quer ter sucesso no mercado de trabalho futuramente quanto para as empresas que querem crescer com profissionais especializados", afirma o coordenador.

O Estado de São Paulo tem hoje 73 unidades da Fatec, com cerca de 80 mil estudantes matriculados. O número de vagas disponíveis para o primeiro semestre de 2020 será divulgado quando as inscrições para o vestibular começarem, em 15 de outubro. De acordo com Ferreira Alves, em torno de 15 mil vagas costumam ser abertas a cada novo processo de seleção, realizado semestralmente.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade