PUBLICIDADE

Estudante de medicina é alvo da PF por suspeita de fazer Enem no lugar de outros candidatos

Operação Passe Livre foi deflagrada na cidade de Marabá, no Pará; três pessoas foram alvos de mandados de busca e apreensão

16 fev 2024 - 11h24
(atualizado às 11h36)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta sexta-feira, 16, a operação Passe Livre contra fraudes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); Três pessoas foram alvos de buscas.
Estudante de medicina é alvo da PF por suspeita de fazer Enem no lugar de outros candidatos
Estudante de medicina é alvo da PF por suspeita de fazer Enem no lugar de outros candidatos
Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal (PF) cumpriu mandados de busca e apreensão na manhã desta sexta-feira, 16, contra suspeitos de fraudes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A operação Passe Livre foi realizada na cidade de Marabá, no Pará.

Segundo a investigação, um estudante de medicina teria realizado provas do Enem de 2023 e 2022 no lugar de dois candidatos. Com a nota atingida através da fraude, essas duas pessoas foram aprovadas em Medicina na Universidade Estadual do Pará (UEPA). Um deles já é aluno e o outro ainda não teve as aulas iniciadas.

"A perícia da Polícia Federal constatou que as assinaturas nos cartões de resposta e as redações não foram produzidas pelos inscritos nos processos seletivos do Enem. Para se passar por outros candidatos, o suspeito de fazer as provas pode ter usado documentos falsos. Ele também cursa medicina na Uepa de Marabá", informou a PF.

As três pessoas foram alvos de buscas. Na casa dos investigados foram apreendidos celulares, provas do Enem de 2019 a 2023 e manuscritos. Não houve prisão.

As investigações seguem em andamento. Os investigados podem responder por crimes de falsidade ideológica e uso de documento falso.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade