ENEM 2017: Descubra as notas de corte para cada curso

Veja a seguir a nota que você vai precisar tirar no Enem 2017 para conseguir vaga no cursos dos seus sonhos em 2018!

8 mai 2017
11h18
  • separator
  • comentários

Quem quiser garantir vaga na universidade em 2018 precisa caprichar nos estudos a partir de agora.

É que uma boa nota no Enem 2017 pode abrir as portas para o ensino superior no ano que vem.

A gente sabe que chegar lá não é tão simples quanto parece. As provas são difíceis e a concorrência é alta.

Por isso é preciso ficar muito ligado nas notas de corte de cada curso. Elas são um indicativo do quanto você vai precisar se dedicar aos estudos para garantir um lugar ao sol no ensino superior!

Veja a seguir a nota que você vai precisar tirar no Enem 2017 para conseguir vaga no cursos dos seus sonhos em 2018!

Processos seletivos que usam a nota do Enem

No ano que vem, o Governo Federal deve abrir três grandes processos seletivos que vão usar a nota do Enem 2017:

-Sisu, para disputar vaga em universidades públicas
-ProUni, para ganhar bolsa de estudos em faculdades particulares
-FIES, para financiar o curso superior a juros baixos

Além disso, muitas faculdades privadas estão aderindo ao ingresso direto, uma forma simples e prática de escolher novos alunos. A grande vantagem aqui é não ter que fazer vestibular para conseguir uma vaga.

A nota de corte da qual falaremos a seguir é a pontuação mínima necessária para conseguir vaga em determinado processo seletivo. Ela pode variar de acordo com o desempenho dos estudantes que disputam vaga no mesmo mesmo curso, instituição, turno, unidade e modalidade de concorrência.

Vamos ver a seguir qual a nota de corte para os cursos mais procurados, em diferentes processos seletivos.

Notas de corte para entrar em universidade pública pelo Sisu

O Sisu geralmente registra as notas de corte mais altas entre todos os processos seletivos que usam a nota do Enem como critério de classificação. Para participar o candidato só precisa ter feito o Enem mais recente e não ter zerado na redação.

Veja a nota de corte em alguns dos principais cursos:


-Administração: 580 a 775 pontos
-Análise e Desenvolvimento de Sistemas: 570 a 750 pontos
-Arquitetura e Urbanismo: 690 a 815 pontos
-Comunicação Social - Jornalismo: 640 a 720 pontos
-Design: 630 a 750 pontos
-Direito: 670 a 840 pontos
-Educação Física: 570 a 740 pontos
-Enfermagem: 640 a 780 pontos
-Engenharia Civil: 670 a 870 pontos
-Engenharia Elétrica: 640 a 800 pontos
-Engenharia de Produção: 640 a 820 pontos
-Engenharia Química: 680 a 800 pontos
-Farmácia: 660 a 770 pontos
-Gastronomia: 630 a 750 pontos
-Gestão de Recursos Humanos: 600 a 730 pontos
-História: 560 a 770 pontos
-Letras: 560 a 700 pontos
-Medicina: 760 a 890 pontos
-Nutrição: 640 a 770 pontos
-Odontologia: 710 a 820 pontos
-Pedagogia: 550 a 730 pontos
-Psicologia: 650 a 810 pontos
-Turismo: 570 a 810 pontos

Notas de corte para conseguir bolsa de estudos do ProUni

Conseguir bolsa de estudos pelo ProUni pode ser bem complicado. Além da altas nota de corte, o candidato também precisa se encaixar em requisitos de renda e escolaridade.

O desempenho mínimo necessário para participar do ProUni em 2018 é de 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação do Enem 2017.

Veja algumas notas de corte para conseguir o ProUni:

-Administração: 450 a 770 pontos
-Análise e Desenvolvimento de Sistemas: 450 a 790 pontos
-Arquitetura e Urbanismo: 540 a 770 pontos
-Comunicação Social - Jornalismo: 500 a 720 pontos
-Design: 500 a 750 pontos
-Direito: 450 a 820 pontos
-Educação Física: 450 a 730 pontos
-Enfermagem: 450 a 750 pontos
-Engenharia Civil: 500 a 790 pontos
-Engenharia Elétrica: 450 a 780 pontos
-Engenharia de Produção: 450 a 775 pontos
-Engenharia Química: 520 a 770 pontos
-Farmácia: 450 a 760 pontos
-Gastronomia: 500 a 740 pontos
-Gestão de Recursos Humanos: 450 a 730 pontos
-História: 450 a 760 pontos
-Letras: 450 a 700 pontos
-Medicina: 740 a 820 pontos
-Nutrição: 640 a 770 pontos
-Odontologia: 450 a 730 pontos
-Pedagogia: 450 a 740 pontos
-Psicologia: 450 a 790 pontos
-Turismo: 450 a 710 pontos

Nota de corte para conseguir financiar um curso superior pelo FIES

Dos três programas do Governo Federal que usam a nota do Enem como critério de seleção, o FIES é o que tem as notas de corte menos estratosféricas. No entanto, cursos como Medicina, Arquitetura, Direito e Engenharia continua difíceis de entrar, com notas que podem facilmente ultrapassar a casa dos 700 pontos.

O programa permite que o candidato use qualquer edição do Enem a partir de 2010 - dessa forma ele pode escolher a que tiver a maior pontuação. O mínimo exigido é de 450 pontos na média das provas e acima de zero na redação. No FIES também é preciso se encaixar no critério de renda familiar.

Veja aí quais são as variações de nota para conseguir o benefício:

-Administração: 450 a 690 pontos
-Análise e Desenvolvimento de Sistemas: 560 a 650 pontos
-Arquitetura e Urbanismo: 470 a 715 pontos
-Comunicação Social - Jornalismo: 460 a 700 pontos
-Design: 460 a 700 pontos
-Direito: 450 a 750 pontos
-Educação Física: 450 a 650 pontos
-Enfermagem: 450 a 670 pontos
-Engenharia Civil: 450 a 720 pontos
-Engenharia Elétrica: 460 a 700 pontos
-Engenharia de Produção: 450 a 700 pontos
-Engenharia Química: 460 a 720 pontos
-Farmácia: 450 a 660 pontos
-Gastronomia: 460 a 630 pontos
-Gestão de Recursos Humanos: 450 a 670 pontos
-História: 460 a 670 pontos
-Letras: 450 a 680 pontos
-Medicina: 700 a 790 pontos
-Nutrição: 460 a 760 pontos
-Odontologia: 490 a 700 pontos
-Pedagogia: 450 a 630 pontos
-Psicologia: 450 a 700 pontos
-Turismo: 460 a 640 pontos

Nota do Enem para conseguir vaga por ingresso direto

As exigências para ingresso direto podem variar de acordo com a instituição. Normalmente as notas de corte estão dispostas no edital do processo seletivo da faculdade.

Em praticamente todas elas, no entanto, basta informar a pontuação obtida em cada prova que o sistema de inscrições já informa se você conseguiu a vaga ou não.

Se alcançar a nota necessária para passar, basta fazer a matrícula.

Onde estudar com a nota do Enem 2017

Conheça a seguir algumas instituições bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) que trabalham com o sistema de ingresso direto e, de quebra, ainda oferecem bolsas pelo ProUni e financiamento pelo FIES.

-Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)
-Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
-Universidade de Franca (UNIFRAN)
-Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)

-União Metropolitana de Educação e Cultura (UNIME)
-Faculdade Pitágoras

-Universidade Estácio de Sá

Veja também:

Fique por dentro de atualidades para o ENEM

10 coisas que quem vai prestar o Enem precisa saber

Tudo sobre o Enem

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade