Dicas para o Enem

Preparamos 10 dicas essenciais para você ficar tranquilo com a prova do Enem e, assim, conseguir uma boa nota!

9 nov 2018
16h38
  • separator
  • comentários

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se transformou no "maior vestibular do país" e todo ano milhões de estudantes passam dois dias fazendo essa prova (depois de vários meses estudando!).

enem 2018
enem 2018
Foto: Mundo vestibular

Preparamos 10 dicas essenciais para você ficar tranquilo com a prova do Enem e, assim, conseguir uma boa nota!

1. Não deixe para estudar na última hora

A principal característica do Enem é que ele tem questões bastante elaboradas, muitas vezes misturando mais de uma matéria da escola. São as chamadas "questões interdisciplinares". 

Para se dar bem nesse tipo de questão, não tem segredo. É preciso estudar e compreender bem as disciplinas para acertar. Decoreba, no Enem, não funciona.

Por isso, aproveite para estudar para o Enem durante todo o ano, sem deixar para os dias ou semanas que antecedem a prova. Além de entender melhor o conteúdo, você ainda fica mais tranquilo e confiante.

Uma boa forma de estudar para o Enem é fazer simulados, que podem ser oferecidos pela escola onde você estuda ou disponíveis na Internet, em sites como o Mundo Vestibular.

2. Leia muito

A leitura de livros, jornais e revistas não apenas desenvolve sua capacidade de interpretação de texto, mas também ajuda muito na hora de responder as questões do Enem e de fazer a redação.

Se você não tem o hábito da leitura, comece hoje mesmo! Para se dar bem no Enem é importantíssimo estar atualizado com o que acontece no Brasil e no mundo.

3. Pratique a redação

O Enem exige um tipo específico de redação, o dissertativo-argumentativo. Nele, o participante deve compreender o tema proposto, desenvolver uma tese a respeito, argumentar para expor seu ponto de vista e apresentar uma solução, ou "proposta de intervenção", respeitando as normas da Língua Portuguesa e também os Direitos Humanos.

Quanto mais você praticar esse modelo, mais confiante estará no dia da prova do Enem.

4. De olho nos prazos

Procure fazer sua inscrição logo nos primeiros dias, para não correr o risco de perder o prazo. Se você for pedir isenção da taxa de inscrição, fique atento ao prazo para fazer isso no sistema. Caso tenha de pagar a taxa, preste atenção à data-limite e procure imprimir e pagar o boleto o quanto antes. Assim você não corre o risco de ter algum imprevisto de última hora e não conseguir concluir sua inscrição do Enem.

5. Atenção ao local de prova

Confira o seu local de prova e, se possível, faça o caminho uns dias antes. Lembre-se de que no dia do Enem o trânsito próximo aos locais de prova fica mais intenso. Se você não conhece o caminho, faça-o usando o mesmo meio de transporte que usará no dia do Exame e calcule um tempo a mais para imprevistos e engarrafamentos, principalmente se for de carro ou transporte público.

6. Chegue antes

Confira o horário de abertura dos portões dos locais de prova em sua cidade e programe-se para chegar bem antes.

A organização do Enem não tolera nem um segundo de atraso sequer e se você não pretende engrossar a estatística dos candidatos que ficam de fora no dia da prova, é melhor se prevenir.

Nos dias do Enem, o trânsito fica mais complicado. Saia de casa com bastante antecedência e entre no local da prova assim que abrirem os portões.

7. Evite "chutar" as respostas

Você sabia que o cálculo da nota do Enem leva em conta se você chutou ou não as respostas? Pois é a Teoria de Resposta ao Item (TRI), um algoritmo que leva em consideração, entre outros fatores, o padrão de acertos ou consistência de cada candidato.

Ou seja, se você marcar uma letra para todas as questões, ou sair chutando aleatoriamente, sua pontuação tende a cair.

E ter uma boa pontuação no Enem é fundamental para conseguir entrar na universidade com programas como ProUni e Sisu, obter o financiamento estudantil do FIES e alcançar o desempenho necessário para obter o certificado de conclusão do ensino médio (para candidatos que não estejam estudando no ensino médio regular e marcarem essa opção na inscrição do Enem).

8. Reserve um tempo para preencher o cartão-resposta e a folha de redação

Tão importante quanto acertar o maior número possível de questões e fazer uma boa redação é transferir os resultados para o cartão-resposta e passar seu texto a limpo na folha de redação.

Reserve um tempo para fazer isso com calma, pois o Inep não corrige os rascunhos do cadernos de prova, o que vale no Enem é o que você preenche no cartão-resposta e na folha da redação.

9. Leve apenas o necessário

A prova do Enem deve ser resolvida usando caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente.

Não é permitido o uso de lápis, lapiseira, borracha, canetas de outras cores ou feitas de material que não seja transparente.

Também está proibido o uso de telefones celulares, eletrônicos de qualquer tipo, máquinas fotográficas, gravadores, calculadoras e similares. Os candidatos também não podem fazer a prova usando óculos escuros, bonés, gorros, chapéus ou similares.

Quem desrespeitar essas regras poderá ser eliminado.

Para fazer a prova, leve somente o necessário e guarde o celular desligado na embalagem disponível no local, conforme as orientações do Edital do Enem e dos fiscais da prova.

10. Não tente nenhum tipo de "cola"

A dica é óbvia, mas não custa lembrar. Não tente espiar a prova do vizinho se estiver em dúvida sobre alguma questão. Em primeiro lugar, porque são quatro cadernos de prova diferentes e copiar a resposta de um vizinho é o caminho certo para... errar a questão!

E nem pense em usar alguma calculadora ou eletrônico durante a prova, seja para consulta ou para se comunicar. Levar aquele famoso papelzinho com letras miúdas também está proibido.

O candidato que for pego usando qualquer um desses recursos para colar será eliminado do Enem.

Mundo vestibular

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade