PUBLICIDADE

Como estudar para o Enem 2024: dicas para mandar bem nas provas

De cuidar da saúde mental até refazer provas anteriores para entender a estrutura, veja todas as nossas dicas para estudar para o Enem

22 fev 2024 - 13h59
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a prova mais importante para a maioria dos estudantes brasileiros. São 8 dicas para estudar para o Enem 2024, entre saber o formato da prova, elaborar um plano de estudos, criar resumos e mapas mentais, escolher um local tranquilo de estudo, usar fontes confiáveis e fazer simulados.
Uma dica valiosa é resolver provas anteriores e simulados
Uma dica valiosa é resolver provas anteriores e simulados
Foto: Prostock-Studio / iStock

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a prova mais aguardada pela maioria dos estudantes brasileiros. Afinal, ele é utilizado como fator para ingresso em universidades públicas e particulares, e os participantes podem se candidatar para processos seletivos, como o SiSU e o ProUni, de acordo com sua nota.

Por isso, muitos estudantes já começam o ano se perguntando como estudar para o Enem que acontecerá nos últimos meses de 2024 — a prova geralmente acontece entre os meses de outubro e novembro de cada ano, de acordo com o calendário divulgado anualmente pelo Governo Federal.

Existem diversas maneiras e métodos diferentes de estudar para o Enem sozinho, de maneira efetiva, garantindo que você estará pronto para enfrentar a maratona que é essa prova.

Por isso, listamos algumas dicas para te ajudar a descobrir como estudar para o Enem 2024!

Como estudar para o Enem 2024?

Se preparar para o Enem é um trabalho difícil e que vai exigir disciplina, mas isso não significa que ele é impossível! 

Entre entender o formato da prova até fazer simulados e revisitar provas antigas para treinar, reunimos 8 dicas para você saber como estudar para o Enem esse ano — e sempre que necessário.

1) Entenda como a prova funciona

O Enem é uma prova que se estende por dois dias, onde cada um dos dias conta com 90 questões, mais a redação que é feita no primeiro dia de provas. Ou seja, é uma prova extensa e cansativa, feita para esgotar os estudantes.

Por isso, a primeira dica para estudar para o Enem é sempre entender como a prova funciona. Saber quais são as matérias que caem no Enem, como é sua estrutura, o tempo gasto para responder cada questão, a lógica por trás de seu formato e suas principais características é fundamental, não apenas para estudar para o Exame, mas para se preparar para fazer uma prova sem distrações. 

2) Monte um plano de estudos

A segunda dica para estudar para o Enem — que é tão importante quanto a primeira — é elaborar um cronograma de estudos.

Essa programação, que deve incluir todas as disciplinas e assuntos cobrados na prova, é fundamental para garantir que todos os conteúdos serão estudados e que você irá fazer a prova o mais preparado possível. Além disso, ter esse plano de estudos também pode te ajudar a se preparar para outros vestibulares.

Para criar o plano de estudos, é preciso levar em conta o tempo disponível para estudos e também todos os assuntos que caem na prova. Aqui, vale dar mais atenção para as matérias que você tem mais dificuldade — mas não deixe nada de lado, afinal, o cronograma serve também para revisar os conhecimentos.

O cronograma também pode ser ajustado e adaptado de acordo com o passar do tempo, com a inclusão e priorização de novos conteúdos.

3) Trabalhe com resumos e mapas mentais

Além de montar um cronograma, criar resumos e mapas mentais, ambos são ótimas maneiras de fixar conteúdos e revisá-los sempre que necessário.

A dica aqui é dedicar o tempo de fazer resumos para os assuntos que você tem mais dificuldade. Afinal, você vai precisar revisar toda a matéria para criar o resumo e isso vai te ajudar a fixar o conteúdo na mente.

4) Tenha um local de estudo

Escolher um lugar silencioso e tranquilo para estudar é fundamental para fixar conhecimentos e não se distrair nas longas horas de estudos que você terá pela frente. Por isso, é importante ter um local de estudo com essas características — e que também seja bem iluminado e confortável.

É importante que outras distrações também sejam eliminadas. Ou seja, nada de celular ligado ou televisão falando enquanto você estuda, já que eles podem desviar sua atenção.

A dica aqui é evitar estudar na cama ou no sofá: além de ser ruim para sua postura, esses locais também podem causar distração e sonolência, já que o corpo está acostumado a descansar nesses lugares.

5) Use materiais confiáveis

Ao selecionar os materiais para estudar para o Enem, é muito importante utilizar aqueles disponibilizados por fontes confiáveis e de qualidade. Isso garante que nenhum dos conhecimentos adquiridos durante os estudos estejam errados.  

A atenção deve ser redobrada no caso da internet. Já no caso de apostilas e livros, é importante se atentar à atualização dos conteúdos — que devem ser regulares, já que todos os anos podem surgir novidades nos assuntos estudados.

6) Faça provas anteriores do Enem e simulados

É fácil encontrar provas anteriores do Enem pela internet. Aproveite isso para fazê-las e, além de testar seus conhecimentos e a efetividade do seu cronograma de estudos, se familiarizar com a estrutura da prova e também medir seu tempo resolvendo as questões.

Todas as provas das edições anteriores do Enem são disponibilizadas no site do Inep — assim como os gabaritos correspondentes a elas. Já os simulados são fornecidos por cursinhos e podem ser encontrados online.

7) Não deixe de treinar a redação

A redação é tão importante no Enem quanto às questões de alternativas. Por isso, é importante treiná-la para aprender o formato de dissertação argumentativa, entender a estrutura exigida na prova e conseguir pegar todas as técnicas e macetes para esse momento.

A dica aqui é treinar uma redação por semana, aproveitando os temas anteriores que já foram exigidos pelo Enem para escrever. Vale também analisar redações nota mil e ver seus principais pontos e acertos que levaram àquela nota. 

Também é muito importante estar atualizado e ter repertório social e cultural o suficiente para utilizar na argumentação do texto, ou seja, procure ir além de só escrever: leia bastante também!

8) Cuide da sua saúde mental

A rotina de estudos para o Enem pode ser tão pesada quanto a prova e, para se sair bem nela, é preciso estar com a saúde física e mental em dia.

Por isso, durante o ano, se alimente bem, durma bem e faça exercícios físicos, que são ótimos para lidar com ansiedade. Os momentos de entretenimento, com amigos e família também são importantíssimos para garantir que você esteja saudável. E, sempre que necessário, busque apoio psicológico.

Lembre-se de que não adianta nada ter toda a matéria em dia, mas não ter saúde para fazer o Enem. Cuidar da saúde é o passo mais importante para fazer a prova e, por isso, deve sempre ser sua prioridade. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade