PUBLICIDADE

Profissão de piloto de drone está em alta em 2024, diz LinkedIn; vale a pena? Quanto ganha?

A profissão emerge como uma das apostas em 2024, com salários que chegam a R$ 10 mil

23 fev 2024 - 09h40
(atualizado em 7/3/2024 às 15h36)
Compartilhar
Exibir comentários

A demanda por pilotos de drone promete crescer significativamente, impulsionada por avanços tecnológicos e expansão de setores como logística, agronegócio e entretenimento. Há diversas oportunidades em várias áreas, e a profissão é uma das que estão em ascensão em 2024, segundo pesquisa do LinkedIn. À medida que a tecnologia dos drones continua a avançar e se tornar mais acessível, espera-se um aumento na demanda de pilotos qualificados nos setores.

Um piloto de drone é um profissional treinado para operar e controlar Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs), conhecidos como drones. Entre os profissionais, são 5% mulheres e 95% homens, de acordo com a pesquisa do Linkedin.

Essa pesquisa, divulgada em janeiro, conclui que o setor de agricultura é um dos que têm mais oportunidades, principalmente em duas áreas: pilotagem e configuração de drones pulverizadores.

Eles são usados para pulverizar agrotóxicos, defensivos biológicos, sementes e adubos nas plantações. Também há drones que mapeiam as lavouras.

Esses mapeamentos auxiliam na planificação da colheita, previsão de rendimento e perdas, além de permitir a detecção de pragas e doenças.

Demanda por operadores de drones cresce, diz LinkedIn

Segundo Guilherme Odri, editor-chefe do LinkedIn Notícias Brasil e especialista em carreiras, o mercado de drones está com uma alta demanda.

"Com a tendência de crescimento nos próximos anos, estão surgindo cursos específicos. Começam a parecer exigências de certificados, mais regulamentação", afirma Odri, que é responsável pela pesquisa das tendências de profissões do Linkedin. "A tendência é que a profissão continue acelerando e talvez apareça novamente na próxima lista, em 2025."

Os pesquisadores do LinkedIn Economic Graph analisaram milhões de vagas iniciadas por usuários do LinkedIn de 1º de janeiro de 2019 a 31 de julho de 2023 para calcular uma taxa de crescimento para cada cargo.

Para fazer parte da lista, os cargos precisavam ter um crescimento consistente na base de usuários, além de terem registrado um aumento significativo até 2023.

Cargos idênticos com diferentes níveis de experiência foram agrupados e classificados em conjunto. Estágios, cargos de voluntariado, funções temporárias e funções de estudantes, assim como cargos em que a contratação era dominada por algumas poucas empresas em cada país, também foram excluídos.

Após se formar em contabilidade, Victor Santos, embarcou em um intercâmbio na Austrália. Foi lá que teve seu primeiro contato com drones, um encontro que despertou sua paixão.

Quando retornou ao Brasil em 2017, comprou um drone, começou a fazer imagens e publicá-las nas redes sociais. O talento de Santos chamou a atenção de agências de publicidade, que o procuraram e abriram portas para colaborações e projetos profissionais que impulsionaram sua carreira. O que nasceu como um hobby se tornou sua profissão.

Hoje, aos 33 anos, é piloto de drone, além de ser o fundador e proprietário da SkySampa, empresa que atua com captação de imagens aéreas com drone para os segmentos náutico, comercial, publicitário e eventos, entre outros.

Sua experiência não se limita apenas ao domínio dos drones; ele também se destaca como um especialista em náutica.

"Eu sempre acompanhei as inovações na área de tecnologia e gosto muito de fotografia e filmagem. O drone uniu esses dois mundos, o que me apaixonou. Sem contar que no começo era uma perspectiva totalmente nova e diferente do que estávamos acostumados", afirma Santos

Carreira e funções de piloto de drone

Além do segmento de produções audiovisuais, novas oportunidades estão aparecendo na área agrícola de pulverização, com um crescimento significativo.

Na agricultura, os drones estão desempenhando um papel fundamental no monitoramento de culturas, detecção de pragas e análise de solo, o que requer profissionais capacitados para operar essas tecnologias de forma eficiente.

Setores como fazendas, usinas, empresas de máquinas agrícolas e aplicação de agrotóxicos estão entre os que buscam esses especialistas. O leque de oportunidades de trabalho para um piloto de drone é bem vasto.

O trabalho de um piloto de drone abrange uma variedade de funções e responsabilidades, dependendo do setor em que está empregado. Estas são algumas das principais funções desempenhadas por esses profissionais:

  • Operação segura e eficiente do drone durante os voos;
  • Realização de mapeamentos e inspeções de áreas específicas;
  • Execução de entregas de pequenas cargas ou suprimentos em locais remotos;
  • Monitoramento de áreas para vigilância e segurança;
  • Captura de imagens e vídeos aéreos para uso em mídia e entretenimento;
  • Análise e interpretação de dados coletados durante os voos;
  • Manutenção básica e reparo dos equipamentos de drone.

"Não existe uma rotina específica, cada cliente varia, cada trabalho é diferente do outro, é totalmente dinâmico", diz Santos.

Como se qualificar para a profissão?

O profissional que procura por oportunidades no mercado de pilotagem, antes de tudo, deve entender que não é um trabalho simples.

Pelo contrário, exige persistência, conhecimento técnico e motor. É preciso estudar questões técnicas, bem como a legislação. O tempo médio de experiência antes de assumir o cargo é de 2 a 3 anos.

Os pilotos de drone devem operar conforme as regulamentações estabelecidas. Governos e agências reguladoras estão exigindo algumas normas, como as seguintes:

  • Registro do drone;
  • Certificação ou licença para o piloto;
  • Restrições de voo, como zonas proibidas e altitudes máximas;
  • Manter o drone dentro da linha de visão ou em uma distância específica do operador;
  • Possuir seguro de responsabilidade civil;
  • Cumprir leis de privacidade e proteção de dados.

Isso torna a formação e a certificação profissional essenciais nessa área. O conhecimento e a adesão às normas de segurança são cruciais para o desenvolvimento profissional neste setor em crescimento.

Cursos de especialização

Para se destacar nesse campo, os aspirantes devem investir em formação técnica e obter certificações reconhecidas pela indústria. O ritmo acelerado da evolução tecnológica dos drones demanda uma constante atualização de habilidades e conhecimentos para acompanhar as novas tendências e demandas do mercado.

Algumas empresas já disponibilizam cursos voltados para iniciantes e profissionais da área. Alguns cursos são focados na pilotagem dos drones, como os da Futuriste Drones. Outros são voltados para captura de imagens fotográficas, como os da WD Drones.

Confira abaixo duas opções:

  • Custo: R$ 850
  • Duração: 8 horas
  • Custo: R$ 350
  • Duração: 8 horas
Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade