PUBLICIDADE

Brasil tem 22 cursos de graduação entre os melhores do mundo

Segundo o ranking da QS World, odontologia é o curso em que o Brasil mais se destaca, na avaliação por áreas

10 abr 2024 - 18h53
(atualizado às 19h21)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
O Brasil tem 22 cursos com o maior número de graduações avaliadas entre as 50 melhores do mundo em sua área, o que o torna o número 1 de América Latina. A USP foi a instituição brasileira com melhor classificação, com 44 cursos entre os 100 melhores.
Fuvest
Fuvest
Foto: Cecília Bastos / Jornal da USP / Divulgação

O Brasil tem 22 cursos de ensino superior entre os 50 melhores do mundo. Os resultados são do ranking de universidades QS (Quacquarelli Symonds) World 2024, divulgado nesta quarta-feira, 10. Os números tornam o país o número 1 na América Latina. 

Odontologia é o curso em que o Brasil mais se destaca na avaliação por áreas, com quatro universidades brasileiras classificadas entre as 50 melhores. A graduação da Universidade de São Paulo (USP) é a mais bem avaliada, em 13º lugar. 

Aparecem logo em seguida a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em 23º lugar; a Universidade Estadual Paulista (Unesp), em 36º; e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 50º.

"A proeza do Brasil em odontologia é particularmente excepcional, um assunto no qual o país é um dos principais destinos de estudo do mundo, juntamente com a Austrália, o Reino Unido e os EUA", disse o vice-presidente sênior da QS, Ben Sowter, segundo informações da Folha de S.Paulo.

O curso de engenharia de petróleo também se destaca, e possui três faculdades entre as 50 melhores. O posto mais alto entre as brasileiras é o da Unicamp (22º), seguida pela USP (24º) e, um pouco mais distante, pela UFRJ (42º).

Como é a escola de presídio que foi premiada nacionalmente Como é a escola de presídio que foi premiada nacionalmente

Essa edição do ranking avaliou o desempenho de mais de 16,4 mil programas universitários, em mais de 1,5 mil universidades de 96 países do mundo. Os programas foram agrupados em 55 disciplinas, o que no Brasil equivale à definição de graduação, em cinco áreas do conhecimento -- artes e humanidades, engenharia e tecnologia, ciências da vida, ciências naturais e ciências sociais.

No Brasil, foram avaliadas 309 graduações de 28 universidades. A USP foi a instituição brasileira com melhor classificação, com 44 cursos entre os 100 melhores do mundo - quase cinco vezes mais do que sua concorrente mais próxima, a Unicamp, que tem 9 cursos no top 100. A USP já tinha sido a melhor classificada no estudo anterior. 

As melhores no mundo

A Universidade de Harvard é a instituição com o melhor desempenho, já que ficou em primeiro lugar em 19 cursos. Ela é seguida pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), que lidera 11. As duas são dos Estados Unidos. 

O Reino Unido é o segundo país com mais instituições no topo. A Universidade de Oxford lidera em quatro cursos.

Para a classificação, a QS avalia as instituições por meio de oito indicadores: reputação acadêmica, reputação de empregabilidade, proporção de professores por aluno, corpo docente com PhD, rede internacional de pesquisa, citação por artigo, artigos por instituição e alcance na internet.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade