PUBLICIDADE

Acessórios proibidos, cortes de cabelo apropriados e mais: conheça regras de colégio cívico-militar do Paraná

Modelo de ensino foi sancionado para o Estado de São Paulo

4 jun 2024 - 20h22
(atualizado às 21h41)
Compartilhar
Exibir comentários
Alunos formam fila para entrar na sala de aula na escola Prof. Lafayette Rodrigues Pereira, em Taubaté, no interior de São Paulo, que adotou o sistema Cívico-Militar, em parceria entre prefeitura e Exército.
Alunos formam fila para entrar na sala de aula na escola Prof. Lafayette Rodrigues Pereira, em Taubaté, no interior de São Paulo, que adotou o sistema Cívico-Militar, em parceria entre prefeitura e Exército.
Foto: TABA BENEDICTO/ESTADÃO / Estadão

“O uniforme é a verdadeira expressão da identificação do estudante com o Colégio Cívico-Militar”, isso é o que diz o manual de uma escola cívico-militar do Paraná. O modelo de ensino foi sancionado na última semana pelo governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) para o Estado de São Paulo

Entre 50 e 100 escolas estaduais ou municipais em São Paulo devem ser transformadas em colégios cívico-militares ainda neste ano. Já existente em Minas Gerais, Paraná e Distrito Federal, o projeto tem algumas regras rígidas quanto à vestimenta e comportamento dos alunos. Em SP, no entanto, algumas normas ainda não são tão claras.

Alguns cortes de cabelo e tipos de acessórios, por exemplo, são proibidos no Colégio Cívico-Militar do Paraná. As regras, aliás, variam de meninos para meninas. Quanto aos uniformes, as diretrizes são bastante rígidas.

Para tentar entender o que os alunos de São Paulo podem esperar, o Terra analisou a 2ª edição do Manual dos Colégios Cívico-Militares, do Paraná, divulgada em 2022. Vale lembrar que Renato Feder, atual secretário de Educação de SP, era o coordenador da pasta no Estado do Sul durante a implementação do projeto, em 2019.

Uniformes

Em atividades letivas do dia a dia e formaturas, o conjunto é composto por  camisa, calça, boina e jaqueta tactel. Por não fazerem parte do uniforme distribuído, não há padronização nos calçados e cintos.

Nas aulas de educação física e eventos esportivos, os alunos podem usar a camiseta manga curta branca, jaqueta escolar helanca, calça escolar helanca e moletom (para os dias frios).

O manual explica que o moletom pode ser usado por baixo da jaqueta tactel. No entanto, ele não pode ser usado como peça única sobre a camisa manga curta.

Além disso, é de responsabilidade da família dos estudantes que os uniformes estejam sempre limpos e passados. O aluno também deve se atentar para as medidas da vestimenta.

Cabelo

Para os garotos, o corte deve ser no “estilo meia cabeleira, mantendo bem nítido o contorno junto às orelhas e no pescoço. A franja, se houver, não poderá aparecer quando o estudante estiver usando boina”. 

Cabelos coloridos, cortes raspados, desenhos, topetes e corte moicano são proibidos. Além do cabelo, Bigode, barba ou cavanhaque não são permitidos. 

Todo dia 10 de cada mês (ou no dia seguinte, quando esse cair em um final de semana) há uma revista de corte de cabelo. Quem não cumprir com as normas, “está sujeito às medidas disciplinares previstas nas Normas de Conduta e Atitudes”.

Para meninas, o cabelo curto pode ser usado solto. Cabelos médios e longos devem ser utilizados com coque com redinha preta ou bege (quando com camisa de uniforme) ou rabo de cavalo (quando com agasalho).

Os penteados, no entanto, devem permitir que a boina seja colocada na cabeça. Coloração artificial pode ser feita apenas em cores naturais de cabelo. 

Acessórios

Meninos não podem usar brincos, colar, pulseira, tornozeleira, piercing e alargador. É permitido o uso de uma aliança ou anel discreto. 

Por outro lado, as garotas podem usar um brinco em cada orelha, no caso de argolas, essas não devem ultrapassar 1,5 cm de diâmetro. Colar e pulseira podem ser usados um de cada em tamanho discreto. 

Tornozeleira, piercing e alargador são proibidos. Assim como para os meninos, é permitido o uso de uma aliança ou anel discreto.

Para ambos, acessórios utilizados por problemas de saúde devem ser comunicados ao monitor. As sobrancelhas também não devem ter sua forma natural alterada por cortes e riscos.

Para o segmento feminino

A maquiagem é permitida com moderação, desde que em tons discretos e compatíveis com a pele. Unhas devem ser tratadas e mantidas com comprimento reduzido. Elas podem ser pintadas em tons claros e discretos de rosa ou bege.

Namoros

De acordo com o manual, “não é permitida nenhuma manifestação de namoro no interior do Colégio, nas proximidades ou fora dele, quando uniformizado”.

Conduta em classe

Dentro das salas de aula, não é permitido o consumo de alimentos e bebidas. Apenas garrafas de água para consumo próprio podem ser utilizadas. 

Trocas de lugares também não são permitidas durante as aulas. Os estudantes devem respeitar o ensalamento pré-estabelecido.

Continência 

Assim como um “bom dia”, o texto reforça que a continência é um cumprimento militar. Ou seja,  “os estudantes serão estimulados a cumprimentar a todos dentro do colégio (diretores, professores, monitores etc.) com a continência individual”.

Formatura

O evento acontece todos os dias antes do início das aulas. Nele, ocorre o hasteamento  da bandeira, o canto do Hino Nacional ou outro Hino preestabelecido pela Direção Cívico-Militar, (Hino da Independência, Hino à Bandeira, Hino do Estado do Paraná, Hino do Município etc.) e palavras da Direção-Geral ou Direção Cívico-Militar.

Quais são os estados com menor conectividade de internet nas escolas públicas Quais são os estados com menor conectividade de internet nas escolas públicas

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade