1 evento ao vivo

Pesquisa revela que falta de limpeza bucal atinge 74% dos homens que sofrem disfunção erétil

Cirurgião-dentista da Artesania Studio Oral alerta que saúde bucal ajuda a reduzir os problemas, inclusive de coração

24 jan 2019
12h02
  • separator
  • 1
  • comentários

A falta de cuidados com a higiene bucal pode ser muito mais grave do que os homens imaginam. Uma pesquisa realizada por pesquisadores da Universidade Jinan, na China, recém-publicada no Journal Of Sexual Medicine, concluiu que a disfunção erétil no homem vai muito além de questões psicológicas ou provocado pelo estresse. O problema também está fortemente ligado a doenças periodontais. Homens com gengivite crônica têm 2,85 vezes mais chance de desenvolver a disfunção erétil.

Foto: DINO / DINO

Um outro estudo, conduzido pela equipe do The British Dental Health Foundation, descobriu que 4 de cada 5 homens com disfunção erétil apresentam inflamação periodontal. Na Universidade de Granada, na Espanha, cerca de 74% dos homens que procuraram ajuda na questão de desempenho sexual apresentavam gengivite.

"É muito alarmante e preocupante estes resultados das pesquisas", afirma o Cirurgião Dentista Felipe Silva, diretor da Artesania Studio Oral, de Campinas (SP). De acordo com ele, é bastante elevado o número de homens no Brasil que deixam de fazer consultas odontológicas com regularidade, medida esta que poderia reduzir diversos problemas e doenças.

Felipe Silva explica que bactérias presentes nas doenças periodontais causam um estado inflamatório que reflete na fisiologia do endotélio, parede interior de pequenos vasos sanguíneos pequenos. "Isso prejudica diretamente a fisiologia da ereção peniana. Se houver tabagismo, diabetes ou estresse associado, o quadro é agravado", alerta ele.

A doença periodontal é causada por colônias bacterianas que crescem na cavidade oral por conta de falha ou inexistência de higiene bucal. Silva diz que a doença periodontal pode ter seu início na infância e na adolescência e progredir,

No caso específico da gengivite, ela é uma inflamação da gengiva que pode comprometer um ou mais dentes. É causada pela placa bacteriana, também chamada de biofilme, uma fina película que adere à superfície dos dentes e deposita-se no sulco gengival, quando a higiene da boca não é realizada de forma adequada. No estágio inicial da doença, o osso e o tecido alveolar onde se fixam os dentes não são afetados.

Segundo o cirurgião-dentista, o recomendado é que as pessoas visitem com regularidade um consultório odontológico que ofereça serviço de educação em saúde e limpeza prestado por uma Técnica de Saúde Bucal. "Esse tipo de serviço aumenta muito as chances de acertar no uso da escova e do fio dental na higienização diária realizada em casa. E isso reflete na melhora da saúde bucal", acrescenta Silva.

Ele lembra ainda que, além da disfunção erétil, a falta de higiene bucal pode provocar outros problemas de saúde, como infecções nas válvulas do coração.


DICAS PARA HIGIENE BUCAL

* Informe-se sobre a maneira correta de escovar os dentes. A boa escovação e o uso do fio dental são essenciais para manter a saúde bucal;
* Monitore a escovação dos dentes das crianças pequenas. Elas devem ser estimuladas a realizá-la sozinhas, mas muitas vezes precisam de ajuda no começo para adquirir bons hábitos;
* Evite alimentos e bebidas doces, especialmente se não tiver a chance de escovar logo os dentes;
* Escove sempre os dentes antes de deitar, mesmo que já os tenha escovado depois das refeições;
* Não se esqueça de que o cigarro também é um veneno para a gengiva e os dentes;
* Faça visitas regulares ao dentista e sempre que notar mudanças no aspecto de sua gengiva.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 1
  • comentários
publicidade