PUBLICIDADE

O que está levando o investidor a comprar área de floresta

22 set 2017 - 14h24
Compartilhar
Exibir comentários

O Brasil dos juros é bastante conhecido por todos. Investidores nacionais e internacionais têm, no país, uma importante, segura e rentável fonte de renda fixa. Mas, em tempos de queda nos juros e reaquecimento da economia, passa-se a buscar outras oportunidades que o mercado oferece.

Foto: DINO

Para quem acredita no retorno a longo prazo e está acostumado com especulação, a compra de área de floresta tem se comportado como uma boa opção, acompanhando o crescimento firme do agronegócio.

De acordo com o especialista Yuri Rugai Marinho, diretor da ECCON Soluções Ambientais, é um bom momento para a compra de áreas rurais com floresta.

Crescimento alavancado pelo agronegócio

Não é segredo para ninguém que, no Brasil, o agronegócio teve crescimento firme em produtividade nas últimas décadas. Nem mesmo a crise política e econômica vivida desde 2014 alterou este cenário.

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, nos últimos 20 anos, a balança comercial do agronegócio é positiva. Em 2013, foram registrados mais de 100 bilhões de dólares em exportação, o maior valor registrado pela AGROSTAT - Estatísticas de Comércio Exterior do Agronegócio Brasileiro. Em 2016, foram 84 bilhões de dólares.

Como não poderia ser diferente, o mercado de áreas rurais para fins de agricultura, pecuária ou silvicultura manteve-se aquecido. Todavia, atualmente, não apenas essas áreas tradicionalmente exploráveis, como também as áreas de floresta têm registrado interesse de investidores e empreendedores.

Os motivos do aquecimento

Os motivos são diversos. Um deles é o enrijecimento da fiscalização, que obriga os proprietários a cumprirem suas obrigações, principalmente no que se refere à manutenção de áreas de floresta nas Áreas de Preservação Permanente e nas áreas de Reserva Legal. Outro motivo relevante é o advento do Cadastro Ambiental Rural, que evidenciou, em todo o território nacional, quais as áreas que não cumprem as obrigações de preservação de áreas de floresta.

Os proprietários de áreas irregulares também têm encontrado dificuldades para obter financiamento e realizar transações em cartórios de registro de imóveis.

Empresas de assessoria ambiental

Há empresas no mercado que oferecem serviços de assessoria ambiental para venda ou compra de áreas. Para o diretor da ECCON Soluções Ambientais, Yuri Rugai Marinho, "é importante estar amparado por uma equipe técnica que compreenda os aspectos jurídicos, econômicos e técnicos".

A empresa tem se destacado neste nicho de negócio e, atualmente, está envolvida em operações que ultrapassam 100 mil hectares de áreas com floresta em diferentes Estados do Brasil.

Baixo custo e potencial de lucro

Atualmente, as aquisições podem ser feitas a baixo custo, o que potencializa a margem de lucro. Há oferta de áreas que variam de poucos centavos a alguns reais por metro quadrado. Para o investidor de mercado imobiliário, não é preciso dizer, a título de comparação, que o metro quadrado em área urbana é superior a R$ 1.000,00, alcançando R$ 16.000,00 em regiões próximas ao Parque Ibirapuera, em São Paulo.

Com a legislação ambiental cada vez mais rígida e o avanço dos instrumentos de fiscalização de imóveis rurais, há forte tendência de valorização de áreas com floresta.

Paralelamente, os acordos internacionais e os investimentos de países estrangeiros em áreas de floresta no Brasil também contribuem para a sua valorização.

Website: www.ecconsolucoesambientais.com.br

Website: http://www.ecconsolucoesambientais.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade