1 evento ao vivo

Investimento em franquia pode ser melhor do que aplicações tradicionais

16 jul 2019
15h43
  • separator
  • 0
  • comentários

Se alguém fosse fazer uma aplicação hoje, onde seria? Poupança? Tesouro Direto? Fundos multimercados? Pode ser que todos já estejam cansados de saber, mas não custa relembrar a opinião de especialistas no assunto: "Poupança, hoje em dia, não é opção para ninguém (rende 0,37% ao mês)", explica o economista Alexandre Espírito Santo, mestre em economia empresarial e professor do IBMEC. Já o mestre em finanças e professor de pós-graduação em cursos de finanças da Fundação Instituto de Administração da Universidade de São Paulo (FIA-USP), Vitor Palazzo, ressalta: "Falando em aplicações tradicionais, quem tem perfil mais conservador, pode optar pelas de baixo risco, como Tesouro Direto, fundos de renda fixa ou CDBs bancários, que, em média, retornam 0,57% ao mês. Já os mais moderados podem optar por fundos do tipo multimercado - aqui o retorno pode ser um pouquinho maior, chegando a 1,6% ao mês - ou 20% ao ano". Ou seja, em geral, em todas essas aplicações tradicionais, o retorno sobre o capital investido é baixo.

Foto: Sagrado / DINO

O economista e empresário Fabio Freitas queria fugir desse padrão e também tinha muita vontade de empreender. Ele acabou, então, desenvolvendo duas coisas: primeiro, um negócio próprio e inovador; e, em seguida, um modelo de franquias para esse negócio, que possibilita que outros empresários e investidores tenham um retorno muito maior do que qualquer aplicação em bancos.

O negócio é a Sagrado Boulangerie, primeira boulangerie móvel do país. A marca começou em 2015, oferecendo pães artesanais, de fermentação natural, assados na hora, em um food truck dentro de condomínios residenciais e comerciais. No fim do ano passado, também inaugurou a primeira loja-conceito, em um espaço de 47 m2, em Alphaville, na grande São Paulo. A lógica é a seguinte: na loja, os pãezinhos são produzidos. Não é necessário um espaço gigante como o das padarias tradicionais, pois, aqui, o foco é o pão de qualidade. Não há empório, pizzas, buffet de almoço, etc. É da loja que saem os pães para as unidades móveis. Essas, por sua vez, levam os pãezinhos até a casa dos clientes.

Hoje, essas duas opções estão disponíveis no formato de franquia. "O investimento inicial na nossa loja física, que tem por padrão área de até 50 m2, é de R$ 310 mil", conta Fábio Freitas, sócio-fundador da Sagrado. "Já o investimento na unidade móvel é mais baixo, R$ 210 mil", explica. "A melhor parte é que o retorno sobre o investimento tem sido rápido, performando acima da expectativa, em torno de 3,5% a 5% sobre o capital investido. Isso nos deixa confortáveis para atração de novos investidores", relata o empreendedor. Fazendo uma conta rápida, se considerarmos o cenário mais otimista, de 5% ao mês, o investimento retornaria em 20 meses, com estimativa de lucro entre R$ 10 mil e R$ 15 mil ao mês.

Quem é a Sagrado?
Vale lembrar que a Sagrado ficou conhecida no Brasil por ter participado do programa do Canal Sony, Shark Tank Brasil, em que empreendedores apresentam seu negócio com o objetivo de receber investimentos de grandes empresários brasileiros. Com a condição de espalhar os pãezinhos da marca pelo país todo, a rede recebeu o maior investimento do programa: R$ 2,75 milhões, de João Apolinário, o fundador da Polishop.

Quais as vantagens de investir em franquias?
De acordo com Freitas, há algumas grandes vantagens no modelo de franquias: "Você estará abrindo um negócio com a marca já estabelecida no mercado, ou seja, não vai precisar começar do zero; o franqueado tem assistência e treinamentos contínuos do franqueador; sem falar em plano de negócio e de marketing já definidos", diz.

Quem pode falar melhor é quem já está passando por essa experiência. Franqueado da Sagrado, Roberto Mangullo conheceu a marca pela imprensa e se interessou de cara. Ele investiu em duas unidades móveis em Sorocaba. "O break-even do negócio pode variar pelo tempo de negociação com os condomínios. Mas, no nosso caso, conseguimos uma colocação rápida das unidades, atingindo o break-even em dois meses", conta.

Tudo porque: pão é Sagrado
Para o fundador da marca, esse retorno rápido tem uma explicação clara: ninguém deixa de comprar o pãozinho sagrado, mesmo em tempos mais difíceis, de crise. "A verdade é que o mercado de pães sempre foi lucrativo. Se o modelo tradicional, que são aquelas padarias grandes, já dá certo, imagine um negócio focado em poucos produtos, com empreendedores envolvidos pensando na qualidade de atendimento, de produto e na gestão do seu negócio?", questiona Freitas.

Ainda segundo ele, estima-se que para montar uma padaria convencional é necessário investir aproximadamente R$ 1,5 milhão a R$ 2,5 milhões, em um espaço mínimo de 300 m2 a 500 m2, onde é ofertado uma infinidade de serviços e produtos, como buffet de almoço e rodízio de pizza. "Com o modelo compacto da Sagrado, você também pode investir R$ 1,5 milhão, mas em cinco lojas. Desta forma, você minimiza o risco da escolha do ponto e a necessidade de ofertar serviços que não têm relação com o core business. A franqueadora fica responsável pela criação e produção dos produtos, além da manutenção da qualidade; e o franqueado, foca na parte comercial e de vendas da sua loja", explica Freitas.

Agora, lembra do franqueado de Sorocaba, citado acima? Ele seguiu o plano à risca e até já tem em mente a expansão na região: "Pretendo investir em uma loja fixa, que seria o complemento ideal para as unidades móveis. Temos muito a crescer em Sorocaba, mas, com certeza, após a consolidação da operação aqui, temos interesse em operar em outras regiões", finaliza Mangullo.

O plano Sagrado
Vale destacar que, ainda neste ano, a Sagrado vai abrir mais três unidades próprias na capital de São Paulo e cinco franquias: uma em Salvador, na Bahia; duas em Belo Horizonte, Minas Gerais; uma em Vitória, no Espírito Santo; e mais uma em Sorocaba, no interior de São Paulo. A proposta da Sagrado Boulangerie é criar uma confederação de pequenas empresas (as franquias), que serão regidas pela franqueadora, com definição de responsabilidades entre as partes. Assim, a marca pretende ter um plano de ação claro e recheado de metas, que devem direcionar todos os participantes do negócio ao crescimento.



Website: http://www.sagradoboulangerie.com/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade