0

Interesse na estética masculina cresce e movimenta economia

6 dez 2019
08h54
  • separator
  • 0
  • comentários

É muito comum a preocupação da mulher com a beleza e a saúde. Mas atualmente os profissionais da área da saúde e da estética notam que o atendimento ao público masculino tem crescido bastante.

Foto: hsmed / DINO

O padrão de beleza masculino também se modificou de alguns anos para cá. Atualmente é possível ver homens com barbas maiores e menos pelos no corpo. Os homens também estão mais preocupados com o rejuvenescimento e as manchas nos rostos. 

Pela sua fisiologia (liberação e nível hormonal), o corpo masculino tende a ter mais problemas relacionados ao acúmulo de gordura em regiões abdominais e das costas, relacionados à queda de cabelo, à oleosidade da pele e do cabelo, às rugas e linhas de expressão que aparecem com a idade, já que muitos homens não têm o hábito de manter uma rotina de cuidados regular.

Na adolescência, é muito comum o surgimento de comedões e pústulas (cravos e espinhas) que, com o passar do tempo, deixam cicatrizes de acnes. Isso é mais comum de acontecer com os homens porque a testosterona, quando sofre ação de uma enzima chamada 5-alfa-redutase, transforma-se em di-hidrotestosterona, que é o hormônio que estimula a ação da glândula sebácea que está em anexo com o folículo piloso. A testosterona é um hormônio que está presente em grande quantidade no organismo masculino.

Sendo assim, a glândula sebácea do homem produz mais sebo. Somado à produção excessiva de queratinócitos (estrutura de células que forma a epiderme), o folículo piloso entope, acontece um acúmulo de sebo e esse meio fica propenso à proliferação de bactérias, em especial a propionibacterium acnes - bactéria causadora da acne. De maneira resumida, a acne é formada por inflamação, hiperqueratinização, acúmulo de sebo e proliferação bacteriana.

É possível reverter essa situação de várias maneiras. Importante ressaltar que, no caso de acne com grau igual ou maior que quatro, é recomendável procurar um dermatologista para uso de antibióticos.  

Entre os tratamentos estão indicados a limpeza de pele; ledterapia e alta frequência; peeling de diamante, peeling de cristal ou peeling químico 

O sebo também é um vilão para quem deseja ter uma barba volumosa, visto que, com os poros entupidos, a haste do pelo terá dificuldade para se externar. Então, para casos de foliculite, é possível optar trabalhar com o controle da oleosidade e hiperqueratinização da pele.

A presença de pelos em específicas partes do corpo tem incomodado os homens. Para isso, podemos utilizar a tecnologia da depilação progressiva. Ela é feita com auxílio de laser ou de luz intensa pulsada (LIP) e o objetivo é a absorção da luz pela melanina presente no pelo para que a luz atinja o bulbo e ocorra a sua destruição. A destruição ocorre pelo aumento da temperatura que ocorre internamente, levando à necrose do folículo piloso. Por isso, é muito importante que o pelo seja colorido (pelos brancos não serão eliminados) e a pele não pode ser negra (fototipo VI, de acordo com a escala de Fitzpatrick), por também conter grande quantidade de melanina.

As manchas de pele também são um problema estético para os homens. Nesse caso, é possível utilizar vários recursos, sendo eles: peeling físico (como auxílio), cosméticos clareadores, peeling químico, luz intensa pulsada.

Para o rejuvenescimento da pele, o foco principal é dar volume e nutrientes para a pele e estimular a produção de colágeno e elastina. Alguns recursos eletroterapêuticos que é possível serem utilizados são o jato de plasma; aparelho de radiofrequência, corrente russa, corrente aussie e aparelho de ultrassom microfocado.



Website: http://www.hsmed.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade