0

Brasil oferece atrativos turísticos nas cinco regiões

7 dez 2019
16h54
atualizado em 8/12/2019 às 22h18
  • separator
  • 0
  • comentários

As viagens nacionais devem ser a opção preferida pelos brasileiros neste verão. Viajar permite uma infinidade de benefícios para as pessoas. "Proporciona uma visão mais otimista sobre diferenças e diversidade, derrubando barreiras entre culturas", enfatiza Vininha F. Carvalho, editora da Revista Ecotour News & Negócios (www.revistaecotour.news).

Foto: DINO / DINO

Os brasileiros são os que pretendem tirar mais tempo de férias. A média brasileira, de acordo com o estudo Ipsos, é de 2.4 semanas - contra 2.1 semanas para os Europeus e 1.6 para os norte-americanos. Os brasileiros também estão entre os que mais se mantêm conectados às redes sociais durante as férias. Enquanto na Europa, em média, 39% afirmam que devem manter o seu uso de redes sociais, no Brasil 65% dos entrevistados descartam a possibilidade de se desligar das redes sociais. Nos Estados Unidos, o índice é de 60%.

A receptividade brasileira é famosa em todo o mundo e pode ser comprovado estatisticamente na pesquisa global realizada pela Momondo, buscador de passagens aéreas e reservas de hotéis. A maioria dos brasileiros, 82%, já fez novos amigos durante as viagens, índice maior se comparado à média global, de 67%. Quando questionados se já viajaram com o objetivo principal de conhecer pessoas de outras culturas, 50% dos brasileiros responderam que sim. Considerando a média global, esse número foi de 30%.

Ao mesmo tempo em que são bastante abertos as outras culturas, os viajantes brasileiros mantêm fortes raízes com os próprios costumes. Prova disso é que, dos entrevistados, 88% se enxergam como cidadãos do mundo, porém, 87% também se veem como parte de sua comunidade local.

O Brasil é um país com muitas riquezas culturais e paisagens deslumbrantes. Considerado o número um no mundo em belezas naturais, o país oferece atrativos turísticos para todos os gostos nas cinco regiões brasileiras, agradando desde o turista mais tranquilo até os aventureiros.

Dentro do Brasil, os destinos de praia continuam na liderança, mas cidades que conferem atrações para todas as idades, como Foz do Iguaçu (PR), a região da Serra Gaúcha (RS) e Caldas Novas (GO), crescem na preferência das famílias que viajarão neste final de ano. Manaus é uma cidade cosmopolita com várias opções de turismo voltadas para a natureza, na belíssima região da floresta Amazônica. Da mesma forma há Belém, com cultura e gastronomia peculiares.

Rio de Janeiro é um roteiro clássico que sempre se destaca como o destino mais procurado na comemoração do Réveillon. Fortaleza e seu litoral têm uma legião de fãs, pela diversidade de paisagens e barracas de praias que garantem o agito de dia e de noite ou até mesmo a calmaria, em locais como Morro Branco, Canoa Quebrada e Praia das Fontes. Natal é a cidade onde o sol brilha praticamente o ano todo que, combinado com suas praias, lagoas e dunas, transformam a viagem em uma lembrança inesquecível. A capital de Alagoas, Maceió, impressiona seus visitantes com o mar de tons verdes e azuis e suas piscinas naturais, formadas a partir de uma enorme barreira de corais.

O Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, localizado entre os municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e Colinas do Sul, possui centenas de nascentes, cursos d'água e rochas com mais de um bilhão de anos. Turistas podem acampar na Vila de São Jorge, onde fica a porta de entrada do parque, ou em cidades próximas como Alto Paraíso de Goiás. A caminhada e banhos de cachoeira são as principais atividades nas imensas paisagens do local. O parque foi declarado Patrimônio Mundial Natural em 2001 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

A Chapada Diamantina, na Bahia é reduto de belezas naturais. Ela abarca uma diversidade grande de fauna e flora. São mais de cinquenta tipos de orquídeas, bromélias e trepadeiras, além de espécies animais raras, como o tamanduá-bandeira, tatu-canastra, porco-espinho, gatos selvagens, capivaras e inúmeros tipos de pássaros e cobras. A cachoeira da Fumaça - segunda mais alta do Brasil com 340 metros de altura - é uma das mais visitadas da região.

Com cerca de 20 mil quilômetros quadrados, a Ilha do Bananal, em Tocantins, é uma reserva ambiental brasileira, desde 1959, e reserva da biosfera da Unesco, desde 1993. Os títulos recebidos explicam o nível de preservação da fauna aquática e da flora da região, que abriga também o Parque Nacional do Araguaia. "Um dos acessos à ilha fica no município de Lagoa da Confusão, a 230 km de Palmas. No espelho d'água, que deu nome à cidade, repousa uma grande pedra que parece flutuar e se deslocar conforme o ângulo que é vista. Mais uma maravilha do universo tocantinense", relata Vininha F. Carvalho.

Com a desvalorização da moeda brasileira e a crise financeira que o país enfrenta, é preciso cautela ao escolher o destino da viagem de férias. É preciso planejar as viagens e passeios com antecedência, aproveitando o máximo de cada destino.

"É fundamental que as pessoas saibam que existe um importante e exitoso trabalho sendo realizado pelos profissionais envolvidos no segmento do turismo para garantir uma temporada de verão muito positiva e segura. Há uma série de recursos tecnológicos à disposição dos turistas, inclusive para proporcionar maior facilidade na hora de realizar a reserva nos hotéis e conhecer a infraestrutura do local", conclui Vininha F. Carvalho.



Website: https://www.revistaecotour.news

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade