0

Alemanha tem novo surto de coronavírus em frigorífico

Matadouro de aves pertence ao grupo Wiesenhof e fica na cidade de Lohne, no estado da Baixa Saxônia

19 jul 2020
11h11
atualizado às 11h45
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Matadouro de aves na Baixa Saxônia confirma, até o momento, 66 casos de covid-19 entre funcionários e pessoas próximas. Em junho, explosão de infecções em outro frigorífico colocou 640 mil pessoas em isolamento.Autoridades de saúde da Alemanha informaram neste domingo (19/07) que um novo surto de covid-19 foi detectado em um frigorífico do país, com 66 casos confirmados até agora.

Até o momento, mais de mil pessoas foram testadas em relação ao surto no frigorífico em Lohne
Até o momento, mais de mil pessoas foram testadas em relação ao surto no frigorífico em Lohne
Foto: DW / Deutsche Welle

O matadouro de aves pertence ao grupo Wiesenhof e fica na cidade de Lohne, no estado da Baixa Saxônia. As infecções foram confirmadas após a realização de testes em 1.046 pessoas que trabalham no local ou tiveram contato próximo com os funcionários.

Os infectados, que moram em cidades diferentes, foram colocados em quarentena, assim como pessoas próximas a eles. Autoridades sanitárias locais ainda tentam rastrear outros indivíduos que podem ter tido contato com os contaminados.

Com esses dados, a taxa de infecção semanal no distrito afetado subiu para 41,13 por 100 mil habitantes. O governo da Alemanha considera que, a partir de 50 infecções por 100 mil habitantes, medidas restritivas rígidas devem ser restabelecidas localmente.

O surto é, até o momento, muito menor do que o detectado há algumas semanas em um matadouro de Gütersloh, no estado da Renânia do Norte-Vestfália, no qual mais de 1.500 infecções foram confirmadas entre trabalhadores ou pessoas próximas. O surto colocou em isolamento 640 mil habitantes do distrito afetado.

Ao todo, a Alemanha soma até agora 201.574 casos confirmados de covid-19, segundo dados do Instituto Robert Koch (RKI), órgão alemão de controle e prevenção de doenças infecciosas. Mais de 187 mil pacientes se recuperaram, enquanto 9.084 pessoas morreram em decorrência da doença no país.

As autoridades alemãs consideram que a situação se estabilizou em território nacional, e que os surtos registrados nas últimas semanas foram contidos sem grandes dificuldades.

O governo da chanceler federal Angela Merkel e os líderes estaduais concordaram nesta semana com uma estratégia comum para controlar esses surtos, que é mais precisa e direcionada no nível local.

O plano, coordenado pelo ministro para Assuntos Especiais, Helge Braun, consiste em identificar primeiro o local em que o surto se originou - se foi numa festa, reunião familiar, local de trabalho ou comunidade religiosa, por exemplo - e contê-lo por meio do rastreamento de contatos e a realização de testes nessas pessoas.

Se a taxa de infecções avançar, as restrições podem ser estendidas para cobrir o município ou o distrito. Em casos extremos, os habitantes afetados podem ser proibidos de deixar sua região.

Veja também:

Por apoio à CPMF, Guedes vai propor cortar à metade tributos sobre salários
Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade