PUBLICIDADE

Agência britânica cita relatos de coágulos após vacina

Mais 41 relatos foram registrados depois que pacientes tomaram vacina da covid-19 da AstraZeneca

29 abr 2021 12h27
| atualizado às 12h48
ver comentários
Publicidade

A agência reguladora de medicamentos do Reino Unido disse nesta quinta-feira, 29, que surgiram mais 41 relatos de coágulos sanguíneos raros após a administração de doses da vacina contra covid-19 da AstraZeneca, mas que os benefícios da vacina continuam a superar os riscos para a maioria das pessoas.

Frasco da vacina contra Covid-19 da AstraZeneca em Londres
18/02/2021 REUTERS/Henry Nicholls
Frasco da vacina contra Covid-19 da AstraZeneca em Londres 18/02/2021 REUTERS/Henry Nicholls
Foto: Reuters

Em uma atualização semanal sobre os efeitos colaterais de vacinas contra covid-19, a Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde (MHRA) disse que houve um total de 209 coágulos com contagem baixa de plaquetas após inoculações com a vacina da AstraZeneca - na semana passada foram relatados 168.

A vacina da AstraZeneca é alvo de análises por causa dos coágulos muito raros, cuja incidência é maior em pessoas mais jovens. Alguns países, como o próprio Reino Unido, recomendam que só pessoas acima de uma certa idade recebam a vacina.

Houve 41 mortes após os coágulos no Reino Unido, disse a MHRA, nove a mais do que na semana passada, mas especialistas dizem que casos históricos podem estar sendo incluídos nos totais e que os coágulos devem continuar sendo um acontecimento raro.

Cerca de 22 milhões de primeiras doses da vacina da AstraZeneca foram administradas em solo britânico. Quatro casos de coágulos raros foram relatados após uma segunda dose, mas a MHRA não disse quantas segundas doses já foram dadas.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade