0

Terça-feira de temporais no RS e SC

Nuvens de tempestade voltam a se formar e situação é de perigo no leste dos estados, incluindo as áreas metropolitanas de Porto Alegre e Florianópolis.

15 abr 2019
15h14
  • separator
  • comentários

A situação meteorológica muda na Região Sul do Brasil com o aumento das nuvens de tempestade a partir da madrugada desta terça-feira (16). Os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina ficam em alerta para temporais e a chuva poderá ser volumosa especialmente no litoral, na região serrana e nas áreas metropolitanas de Porto Alegre e Florianópolis. 

Chuva forte e volumosa 

O deslocamento de um cavado meteorológico em médios níveis da atmosfera e o desenvolvimento de um sistema de baixa pressão atmosférica no mar ao largo da Região, serão responsáveis pela mudança no tempo e o aumento da chuva. 

O Rio Grande do Sul e o oeste de Santa Catarina podem esperar por chuva forte já na madrugada e no decorrer da manhã desta terça-feira. Principalmente o leste gaúcho, incluindo a Grande Porto Alegre, deve receber a chuva mais volumosa. A situação é de perigo, com rajadas de vento que podem chegar a 80 km/h e chuva intensa com potencial para causar transtornos. 

Durante à tarde e a noite, as nuvens pesadas devem provocar chuva forte e temporais na região serrana do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, no sul e no leste catarinense, incluindo a Grande Florianópolis. A chuva também será volumosa e as rajadas de vento mais fortes poderão ficar entre 70 km/h a 100 km/h nas serras, e entre 60 km/h a 80 km/h nas demais áreas. 

O oeste do Paraná, na região de Foz do Iguaçu, também fica mais instável, com aumento da chuva, que pode acontecer a qualquer momento do dia. Grande parte do Paraná ainda terá uma terça-feira de sol forte com pancadas de chuva e raios a partir da tarde. Todo o estado fica em alerta para temporais localizados. 

Foto: Climatempo
Foto: Aquila Rodrigues. Estrela/RS.

Instabilidade enfraquece na quarta 

A chuva forte e volumosa prevista para atingir o Sul do Brasil fica restrita ao período de 24 horas. É possível que ocorra alagamentos e outras ocorrências, mas a instabilidade já enfraquece na quarta-feira (17). Uma massa de ar seco ganha força e o sol e o tempo firme voltam a predominar. 

Climatempo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade