0

Ar seco e quente no estado de São Paulo

Atenção para os baixos índices de umidade relativa do ar

1 out 2019
06h53
  • separator
  • 0
  • comentários

Outubro começa nesta terça-feira com predomínio de ar seco em todo o estado de São Paulo.

A primeira semana do novo mês será marcada por manhãs ainda um pouco frias e tardes quentes com muito calorão e baixos índices de umidade relativa do ar. 

Nesta terça-feira, 01 de outubro, a presença da massa de ar quente e seco afasta as condições de chuva no estado paulista. Mais uma vez, a temperatura fica alta, na capital, a temperatura máxima prevista é de 31°C. Com o aquecimento o ar vai secando, perdendo umidade. Por isso, os menores índices são registrados em geral, durante a tarde com índices de umidade perto de 20%.

Foto: Climatempo
Foto por Maalmartra Pessoa, São Paulo/SP

Quando vai chover?

Os modelos de previsão indicam aumento de umidade a partir de quinta-feira sobre a maioria das áreas do estado de São Paulo. E, mesmo assim a tendência é para pancadas isoladas.  

Atenção para os baixos níveis de umidade

Pelos padrões da Organização Mundial da Saúde o estado de alerta é caracterizado com níveis de umidade relativa de 13% a 20%. Valores entre 21% e 30% determinam um estado de atenção. Níveis abaixo de 12% são considerados de emergência. Entre 31% e 40%, a situação é de observação.

O ar seco demais causa ressecamento das vias respiratórias e da pele. Um dos problemas comuns em dias muito secos é o aumento de tosses secas, o agravamento de estados gripais e alérgicos e o sangramento do nariz. A umidade do ar muito baixa, nos níveis de alerta ou emergência, causa aumenta o cansaço. Deve-se evitar os esforços físicos. Para diminuir o desconforto e problemas causados pela baixa umidade do ar, recomenda-se beber mais água do que o normal. 

Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade