PUBLICIDADE

Temporada de calor exige cuidados redobrados com raios; veja

11 fev 2014 07h11
| atualizado em 26/2/2014 às 11h35
ver comentários
Publicidade

Caracterizado pelos recordes de temperatura e pelas fortes chuvas, o verão brasileiro proporciona um ambiente pra lá de propício para as descargas elétricas naturais devido à potente combinação do calor com a umidade.

Para se ter uma ideia, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), dos 3,15 bilhões de raios que caem no mundo inteiro anualmente, 100 milhões são registrados no Brasil, especialmente na região sudeste.

Diante de tanto perigo, alguns cuidados especiais são fundamentais para evitar acidentes que podem render prejuízos, além de colocar em risco a sua vida.

Por isso, durante as tempestades, quem estiver na rua deve procurar um abrigo o mais rápido possível. Nesta hora, vale a pena entrar no carro ou ficar sob a proteção de prédios, casas ou instalações subterrâneas, lembrando-se de ficar longe de tomadas da rede elétrica, metais e da água, que são grandes condutores de energia. Contudo, caso não haja escapatória, o ideal é ficar no chão, com as mãos na nuca e os pés juntos.

“Já os banhistas que estiverem curtindo um dia de praia, devem abandonar o mar e areia assim que perceberem a mudança de tempo e a formação de um temporal”, alerta Carlos Adolfo Fernandez, geólogo da diretoria de Defesa Civil do Guarujá, em São Paulo.

Proteção em casa
Para as pessoas que estiverem seguras dentro de casa, a recomendação é retirar todos os eletroeletrônicos da tomada para evitar que eles “queimem”, só tomar banho depois que a chuva passar e ficar distante das janelas. Também não é indicado utilizar telefones com fio, por serem condutores de energia, e nem celulares que estiverem carregando.   

Fonte: Agência Hélice
Publicidade
Publicidade