PUBLICIDADE

Tesouro de pirata pode ter sido encontrado em Madagascar

ONU mandará time de especialistas para confirmar autenticidade

15 mai 2015 15h36
| atualizado às 15h36
ver comentários
Publicidade
Objeto foi apresentado em uma cerimônia oficial com a presença de diplomatas do país
Objeto foi apresentado em uma cerimônia oficial com a presença de diplomatas do país
Foto: Twitter

Foi encontrado um dos tesouros do famoso pirata escocês William Kidd. Pelo menos é o que afirma o arqueólogo norte-americano Barry Clifford e sua equipe de mergulhadores.

O motivo é a descoberta de uma barra de prata de 50 quilos pelo grupo nas águas próximas à ilha de Sainte-Marie, em Madagascar.

Siga o Terra Notícias no Twitter

O objeto foi apresentado em uma cerimônia oficial com a presença de diplomatas do país, do Reino Unido e dos Estados Unidos.

O lingote seria apenas o começo de toda a riqueza escondida no fundo do mar que, supostamente, pertencia ao principal navio do pirata: o "Adventure".

Conheça tesouro ‘incalculável’ composto por quase 700 peças:

Para confirmar a autenticidade do tesouro e certificar que o aventureiro e sua equipe não danifiquem o lugar, a ONU mandou para a ilha africana uma equipe de especialistas que examinará todos os artefatos que já foram encontrados.

O Capitão Kidd, como era mais conhecido, foi um dos maiores piratas do século XVII. Começou a sua carreira como um corsário escocês servindo o Reino Unido, mas logo começou a roubar embarcações e tesouros alheios.

No final de sua vida, percebendo que iria ser capturado pela coroa britânica, escondeu os tesouros conquistados em várias partes do mundo. A sua história, cheia de mistérios e lendas, serviu de inspiração para vários escritores e cineastas, como o poeta Edgar Allan Poe.

Fonte: ANSA Brasil
Publicidade
Publicidade