PUBLICIDADE

Cientistas descobrem ferramenta de 3,3 milhões de anos

15 jun 2015 10h45
ver comentários
Publicidade
Cientistas descobrem ferramenta de 3,3 milhões de anos no Quênia
Cientistas descobrem ferramenta de 3,3 milhões de anos no Quênia
Foto: LA Times / Reprodução

Arqueólogos no Quênia acabam de encontrar um instrumento de pedra rudimentar que pode ser o mais antigo do mundo (até agora descoberto), com 3,3 milhões de anos. A descoberta seria usada por primatas para cortar e bater. As informações são do LA Times.

A grande questão em torno do achado é que o instrumento é cerca de 700 mil anos mais antigo que outras encontradas por arqueólogos – ou, seja, talvez a descoberta traga uma “reviravolta” na ideia defendida até agora sobre a evolução dos humanos e da tecnologia. Tradicionalmente, os cientistas acreditam que as ferramentas apareceram há 2,6 milhões de anos, juntamente da linhagem de Homo, que teria dado origem ao homem atual. Mas, o instrumento mais antigo achado no Quênia sugere, assim, que a história pode ter funcionado de maneira diferente, com as capacidades conquistadas anteriormente ao defendido.

Siga o Terra Notícias no Twitter

“Não podemos associar nossos genes a essas criaturas ligadas ao instrumento encontrado. Muitos defendem que o Homo foi o único que utilizou ferramentas, mas agora essa posição é difícil de ser defendida”, afirmou o arqueólogo da Universidade Hebraica de Jerusalém, Erella Hovers.

Os cientistas responsáveis pelo estudo Jason Lewis e Sonia Harmand, da Universidade de Stony Brook, estão explorando a região do Lago Turkana, no Quênia, há 20 anos, local onde já foram achados fósseis com mais de 2,3 milhões de anos.

A nova descoberta, uma ferramenta maior e mais pesada que as produzidas depois, confirma a suspeita de que arqueólogos tinham sobre os artefatos, porque aqueles de 2,6 milhões de anos pareciam serem trabalhados por ancestrais experientes, que “sabiam o que estavam fazendo”.

Arqueólogos buscam túmulo de Cleópatra no Egito:
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade