0

Nasa lança iniciativa para rastrear asteroides que ameaçam a Terra

Agência afirma que há provavelmente 25 mil asteroides com pelo menos 100 metros de diâmetro ao redor da órbita; só foram detectados 25% deles

18 jun 2013
16h34
atualizado em 19/6/2013 às 08h21
  • separator
  • comentários

A Nasa lançou nesta terça-feira, dia 18, uma ampla iniciativa que envolve as agências federais, a comunidade científica, o setor industrial, as universidades e o público em geral, com a finalidade de rastrear e capturar asteroides que poderiam ser uma ameaça para o mundo.

Qual a diferença entre asteroide, cometa, meteoro e meteorito?

"A Nasa já trabalha no acompanhamento de asteroides que poderiam representar um perigo para o nosso planeta e, apesar de termos encontrado 95% dos maiores (com mais de um quilômetro de diâmetro), cuja órbita está perto da Terra, temos que detectar a todos", declarou a administradora adjunta da Agência Federal americana, Lori Garver.

Este projeto completa uma missão que consistirá em que uma nave não tripulada capture um asteroide e o reboque até a órbita lunar, onde poderia ser estudado por astronautas.

A caça de asteroides ganhou maior urgência desde 15 de fevereiro, no dia de uma passagem antecipada de um destes objetos muito perto da Terra e da surpreendente queda de um asteroide de 15 metros de diâmetro na Rússia. Este último, ao se desintegrar, provocou uma onda de choque que quebrou muitas janelas, ferindo centenas de pessoas.

Em um contexto de orçamento curto, a Nasa também se esforça por desenvolver outros sistemas capazes de localizar objetos celestes pequenos. Além disso, financia um projeto da Universidade do Havaí chamado Atlas (Sistema de Alerta do Impacto Terrestre de Asteroides), que vasculhará todo o céu a cada noite e detectará asteroides com diâmetro de 45 metros uma semana antes de um impacto na Terra.

<a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/noticias/educacao/infograficos/vcsabia-quedas-bizarras/iframe.htm" href="http://www.terra.com.br/noticias/educacao/infograficos/vcsabia-quedas-bizarras/iframe.htm">veja o infográfico</a>
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade