PUBLICIDADE

Política

Sem citar deputado, Flávio Dino agradece apoio de parlamentares após ameaça

Deputado bolsonarista Sargento Fahur (PSD-PR) ofendeu o ministro da Defesa; sigla pretende acionar a Corregedoria e o Conselho de Ética

9 fev 2023 - 19h37
(atualizado às 19h41)
Compartilhar
Exibir comentários
O ministro da Justiça foi atacado durante um evento pró-armas por um deputado bolsonarista.
O ministro da Justiça foi atacado durante um evento pró-armas por um deputado bolsonarista.
Foto: Reprodução/ Instagram: @flaviodino

Depois de ser ofendido pelo deputado Gilson Cardoso Fahur (PSD-PR) durante um evento pró-armas, o ministro da Justiça, Flávio Dino, agradeceu a solidariedade da bancada do PSD na Câmara.

“Agradeço a solidariedade da bancada e, tenho certeza, de centenas de outros parlamentares, que não querem o Congresso Nacional como palco de deploráveis cenas”, escreveu Dino em uma rede social, sem citar Fahur. 

Em nota, a bancada do partido repudiou as falas do deputado, que ameaçou o ministro da Justiça durante um evento nesta quinta, 9, ao protestar contra as medidas que inibem as políticas pró-armas do governo passado. “Flávio Dino, vem buscar minha arma aqui, seu m…”, disse Fahur. 

“É inaceitável que, sob a crença de que sairão impunes pelo quesito da imunidade parlamentar, deputados federais sintam-se livres para cometer crimes contra a vida de outras pessoas ou incitar o ódio e saiam impunes”, escreveu o perfil da bancada no Twitter

Na nota, a bancada ainda afirmou que tomará as medidas cabíveis para que o parlamentar responda por seus atos.

Uma seguidora respondeu a sequência de tuítes pedindo a cassação do deputado e foi respondida: “Vamos acionar a corregedoria e o Conselho de Ética."

Veja a postagem: 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade