PUBLICIDADE

Ministro diz que não vê cenário de "caos político" no Brasil

José Eduardo Cardozo afirmou desconhecer documento do Palácio do Planalto que admite "comunicação errática" por parte do governo

18 mar 2015 14h48
| atualizado às 15h17
ver comentários
Publicidade
<p>Ministro da Justi&ccedil;a, Jos&eacute; Eduardo Cardozo</p>
Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo
Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse nesta quarta-feira que desconhece um documento interno do Palácio do Planalto que admitiu a adoção de uma “comunicação errática” pelo governo federal. Em entrevista coletiva, Cardozo disse que não vê um cenário de “caos político” no Brasil, como analisa o texto.

“É a apreciação de quem fez o documento. Eu, pessoalmente, não vejo caos político. Eu vejo uma situação em que o governo tem disposição ao diálogo, tem uma disposição de convergir, vejo umas forças políticas não propensas ao diálogo, mas é da vida democrática”, disse Cardozo.

Nesta quarta-feira, o jornal O Estado de S. Paulo publicou trechos de um documento reservado elaborado pela Secretaria de Comunicação Social do Palácio do Planalto em que o governo admite estar sofrendo uma “goleada” da oposição nas redes sociais e que “não será fácil virar o jogo”.

Em entrevista coletiva após a divulgação do pacote anticorrupção, Cardozo defendeu Dilma Rousseff e minimizou a pesquisa Datafolha, que apontou para uma rejeição do governo por 62% da população. “Pesquisas são fotografias do momento”, afirmou.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade