PUBLICIDADE

Médico contraria Bolsonaro e não prevê alta para esta sexta

Chances do presidente não precisar passar por uma nova cirurgia são de 80%

16 jul 2021 08h24
ver comentários
Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro está evoluindo bem do quadro de obstrução intestinal. A chance de não precisar passar por uma nova cirurgia é alta, cerca de 80%, mas o estado dele ainda requer atenção.

Bolsonaro posa com o médico Antônio Macedo durante entrevista
Bolsonaro posa com o médico Antônio Macedo durante entrevista
Foto: Reprodução/RedeTV

Em entrevista para a Folha de S. Paulo, o cirurgião Antônio Macedo contrariou a informação dado por Bolsonaro para o apresentador Sikêra Júnior que teria alta nesta sexta-feira e afirmou que não está prevista a volta do presidente para casa.

"Dada a facada que eu recebi e quatro cirurgia, essa obstrução [intestinal] é sempre um risco muito alto. Mas, graças a Deus, de ontem [quarta] para hoje [quinta], evoluiu bastante esse quadro. Então, a chance de cirurgia está bastante afastada", disse Bolsonaro para o apresentador da RedeTV!.

"A cirurgia, a princípio, está afastada, uma vez que o intestino começou a funcionar e o abdome está mais flácido e mais funcionante", complementou o médico ao apresentador bolsonarista.

Para evitar uma nova cirurgia, Bolsonaro investe em uma terapia que envolve jejum oral, soro de hidratação, reposição de glicose e eletrólitos e retirada de líquido acumulado no estômago, segundo o jornal paulista. 

Para esta sexta-feira está prevista o início da introdução alimentar ao presidente após a retirada da sonda nasogástrica. Com isso, ele deve receber alimentação líquida, evoluindo posteriormente para alimentos pastosos até ter liberação para os sólidos. 

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade