0

Maioria parlamentar deve desobstruir pauta, diz Guedes

Sem citar especificamente qual "maioria" se referia, ministro aposta em quem vencer eleições no Congresso para destravar pauta de votações

26 jan 2021
14h22
atualizado às 14h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira, 26, que a "maioria parlamentar" que vencer as eleições no Congresso deve "imediatamente" desobstruir a pauta de votações, que ficou travada nos últimos 60 a 90 dias. Em evento promovido pelo Credit Suisse, ele não citou especificamente a que maioria parlamentar se referia. O Palácio do Planalto apoia os parlamentares Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para as presidências da Câmara e do Senado, respectivamente.

O ministro da Economia, Paulo Guedes. 12 de janeiro de 2021. REUTERS/Adriano Machado
O ministro da Economia, Paulo Guedes. 12 de janeiro de 2021. REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

No ano passado, o próprio Guedes fez uma aproximação com Lira e seu grupo. Pacheco, por sua vez, trabalhou diretamente com a equipe econômica na aprovação da nova Lei de Falências, da qual foi relator no Senado.

Guedes disse que o Congresso é "reformista" e listou uma série de propostas que devem avançar após a resolução da disputa, como independência do Banco Central, nova lei do gás e outros marcos regulatórios. Apesar disso, ele reconheceu que o "timing" das aprovações é político.

"Estávamos no trilho com reformas, de repente pegou fogo na mata (pandemia), descemos do trem e combatemos o incêndio", disse o ministro. "A ideia é que a recuperação cíclica baseada em consumo se transforme em 2021 em retomada sustentada", acrescentou.

Na avaliação dele, o que falta agora é destravar horizonte de investimentos e aprovar uma reforma tributária que seja simplificadora. "A sociedade está saturada de impostos", afirmou.

Veja também:

Rosa usa Bolsonaro vítima de roubo como exemplo, 'mesmo armado, me senti indefeso' disse na época
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade