PUBLICIDADE

Política

Lula diz que fará campanha em 2024, mas pontua cuidado para evitar revés no Congresso

20 jun 2024 - 13h18
Compartilhar
Exibir comentários

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva admitiu que fará campanha nas eleições municipais, especialmente em cidades em que os adversários forem "negacionistas". Contudo, o petista ponderou que precisará tomar cuidado para evitar que seus esforços na campanha gerem qualquer tipo de descontentamento no Congresso Nacional.

Em entrevista nesta quinta-feira, 20, à Rádio Verdinha, do Ceará, Lula afirmou que o papel do presidente da República exige mais cuidado e responsabilidade em pleitos eleitorais. Segundo ele, apesar de pertencer ao PT, há outros partidos políticos que compõem a base da gestão federal.

"Tenho que levar em conta se nas cidades, esses partidos que me apoiam estão disputando, levar em conta quem são os adversários", afirmou. "Não posso ser pego de surpresa e ter um revés no Congresso Nacional de descontentamento", acrescentou.

Para o pleito, o petista disse que continuará cumprindo seu horário de trabalho em Brasília e, após as 18h, "quando todo mundo tem direito a ir para casa, vou fazer campanha aos candidatos que acho que vão melhorar a vida do povo".

Apesar de ter receio sobre sua posição no pleito, o presidente garantiu que, nas cidades em que adversários forem "negacionistas", fará campanha. "Naquela cidade que o adversário for um adversário ideológico, adversário dos negacionistas, pode ter certeza que farei campanha", afirmou.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade