PUBLICIDADE

Política

Justiça Eleitoral lança campanha para incentivar eleitores a serem mesários voluntários

'É colocando as suas habilidades em prática que a gente faz a democracia acontecer', afirma a campanha. Inscrições podem ser realizada pelo site 'Canal do Mesário' ou pelo aplicativo 'e-Título'

17 mai 2024 - 21h02
Compartilhar
Exibir comentários

A Justiça Eleitoral lançou, nesta sexta-feira, 17, a campanha de incentivo aos cidadãos aptos a aturem como mesário se candidatarem à função para trabalharem no processo eleitoral. Com o título 'Não desperdice seu talento. Seja mesária ou mesário voluntário', a propaganda já está disponível no YouTube e também será veiculada em rede nacional em canais de televisão e rádio.

Com trinta segundos de duração, o vídeo informa que "todo mundo tem um talento especial para ser mesário ou mesária. Você pode ser a comunicativa, o atencioso, a prestativa, o detalhista. É colocando as suas habilidades em prática que a gente faz a democracia acontecer. Não desperdice seu talento.", diz a campanha.

Os colaboradores da Justiça Eleitoral não são remunerados pela função, mas recebem auxílio alimentação no valor de R$ 60,00 diário e têm direito a dois dias de folga para cada dia trabalhado durante a eleição. Também é possível usar essas horas como complementares em cursos universitários, porém, é preciso verificar no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Estado do eleitor para conferir se o benefício se estende à situação. Se prevista em edital, em situações de empate em curso público, o mesário pode ter vantagem no desempate.

Dentre as funções exercidas nas eleições estão o controle e orientação aos cidadãos na seção eleitoral, a checagem dos documentos de identificação de quem vai votar e o preenchimento da ata de votação, documento que registra as ocorrências do dia de votação.

Podem se voluntariar eleitoras e eleitores que estejam em situação regular e tenham mais de 18 anos . Se houver vaga na seção eleitoral ou nas proximidades, o voluntário poderá ser convocado.

Candidatos e parentes não podem ser mesários, além de diretores de partidos políticos, autoridades públicas, agentes policiais, ocupantes de cargos de confiança, quem trabalhe na Justiça Eleitoral e menores de 18 anos.

Como se candidatar

O cadastramento pode ser realizado de maneira virtual através do site Canal do Mesário, disponível no endereço: https://www.justicaeleitoral.jus.br/eleicoes/mesario/index.html. Basta selecionar a opção 'Quero mesário ou mesária', verificar os critérios e seguir as instruções da página. O processo também pode ser realizado pelo aplicativo e-Título, disponível para dispositivos Android e IOS de maneira gratuita. Ele substitui o título de eleitor impresso.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade