PUBLICIDADE

Dilma critica Ministério de Relações Exteriores

17 mai 2016 09h30
| atualizado às 09h31
ver comentários
Publicidade

A presidente afastada Dilma Rousseff criticou a postura do Ministério de Relações Exteriores em relação aos governos latino-americanos e o Secretário-Geral da Unasul, Ernesto Samper, que chamaram o processo de afastamento dela de “golpe”.

Em nota publicada em seu perfil no Facebook, Dilma afirma: "A reação de governos estrangeiros e de importantes setores da opinião pública mundial, entre eles o Secretário-Geral da OEA, expressam a indignação internacional diante da farsa jurídica aqui montada".

Forças partidárias, como as que pretendem agora conduzir a política externa brasileira – tradicionalmente submissas às grandes potências – não têm autoridade política ou moral para invocar o princípio da soberania, sobretudo quando têm costumeiramente praticado a ingerência nos assuntos internos de outros países da região”, completou a presidente afastada.

O Financista Todos os direitos reservados
Publicidade
Publicidade